Inter vence o Grêmio, por 2 a 0, e fica a dois pontos do líder Cruzeiro
capa

Inter vence o Grêmio, por 2 a 0, e fica a dois pontos do líder Cruzeiro

Na estreia de Felipão, Tricolor chega à terceira derrota seguida no Brasileirão

Por
Carmelito Bifano / Correio do Povo

Aránguiz, não repetiu o desempenho de outros jogos, mas foi decisivo marcando o primeiro gol do Gre-Nal

publicidade

O Inter venceu o Grêmio, por 2 a 0, na tarde deste domingo, no estádio Beira-Rio, com gols de Aránguiz e Cláudio Winck no segundo tempo. Com o resultado, o Colorado chega a 28 pontos e fica a dois do líder Cruzeiro. Na estreia de Felipão no comando do Grêmio, o Tricolor chega à terceira derrota consecutiva e permanece na 11ª colocação com 19 pontos.

Na próxima quarta-feira, o Inter dá um tempo no Brasileiro. O time de Abel Braga passa a concentrar as forças na Copa do Brasil. A tarefa colorada não é fácil. O time precisa vencer o Ceará por dois gols de diferença no Castelão, às 22h, para avançar para as oitavas da competição. Pelo Brasileirão, o próximo confronto é contra o Goiás, no sábado, às 18h30min, em local a ser definido pelos goianos, que perderam quatro mandos de campo pelo uso de laser em uma partida no Serra Dourada. Já Grêmio volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Criciúma.

Começo alucinante... de faltas

Após um início de jogo com entradas duras de ambos os lados, o Inter passou a ter a iniciativa e tentar assumir o controle da partida. Já o Grêmio se posicionava defensivamente para contra-atacar pelos flancos e em alta velocidade. Com o avançar do tempo, o Tricolor passou a dividir as ações ofensivas com o Colorado. E foi os comandados de Felipão que criaram a primeira oportunidade do clássico.

Pará arriscou da intermediária, aos 18 minutos, mas, apesar do chute sair fraco, a bola quicou duas vezes dentro da área e obrigou Dida a saltar e espalmar a bola pela linha de fundo. Seis minutos depois, Fellipe Bastos chutou prensado com Juan e o goleiro do Inter fez a defesa.

Os comandados de Abel Braga conseguiram o primeiro chute do jogo aos 28 minutos. Alex recebeu uma bola afastada pela defesa adversária, se aproximou da área e, no momento que ia chutar, acabou pressionado por Ramiro. O arremate saiu fraco e Marcelo Grohe fez fácil defesa.

Após 30 minutos de jogo, o Inter tinha extremas dificuldades para superar o sistema defensivo armado por Felipão. Porém, deixava espaços na defesa e o Tricolor aproveitava para criar algumas oportunidades. Aos 38, Giuliano lançou Dudu pela esquerda, sozinho na frente de Dida. O atacante ajeitou a bola, mas o chute saiu torto pela linha de fundo. Com poucas oportunidades e arremates horríveis, o resultado do primeiro tempo não poderia ser mesmo outro: 0 a 0.

Inter certeiro

No retorno da segunda etapa, Felipão retirou Rodriguinho e colocou Fernandinho. Pelo lado do Inter, Wellington Silva com dores na coxa esquerda deixou o gramado para a entrada de Cláudio Winck. Com as mudanças, o Grêmio melhorou no jogo e passou a dominar as ações ofensivas.

Aos 10 minutos, Ramiro cruzou da direita, Giuliano levou vantagem sobre Juan e cabeceou. Dida, bem colocado, fez a defesa. Mesmo com um rendimento pior que o do Grêmio, foi o Inter que largou na frente. Aos 16, Alex lançou Fabrício na lateral esquerda. O jogador cruzou e Aránguiz, se antecipou a Werley, e de cabeça abriu o placar. Inter 1 a 0.

Atrás no placar, o Grêmio partiu para o ataque e passou a deixar espaços na defesa. Aos 21, Barcos chutou despretensiosamente de fora da área, Dida se agachou para segurar, mas a bola escorregou e saiu pela linha de fundo. Porém, o Inter ampliou justamente na principal tática gremista do jogo, o contra-ataque, aos 39 minutos. D’Alessandro fez lançamento para Cláudio Winck, o lateral driblou Pará e chutou na saída de Marcelo Grohe. Inter 2 a 0.

Na saída de jogo, Wellington Paulista aproveitou um erro da defesa gremista, viu Marcelo Grohe avançado e chutou. A bola foi próximo ao poste esquerdo do goleiro, mas acabou saindo pela linha de fundo. Aos 48 min, D’Alessandro cobrou falta da direita de ataque e a bola passou próximo ao poste direito de Marcelo Grohe. Com o Inter melhor nos últimos minutos, o resultado foi mantido até o apito final.

Brasileirão – 14ª rodada

Inter (2)
Dida; Wellington Silva (Cláudio Winck), Ernando, Juan e Fabrício; Willians (Ygor), Wellington, Aránguiz, D'Alessandro e Alex; Rafael Moura (Wellington Paulista). Técnico: Abel Braga.

Grêmio (0)
Marcelo Grohe; Ramiro, Werley, Rhodolfo e Pará; Walace, Fellipe Bastos, Giuliano (Alán Ruiz), Rodriguinho (Fernandinho) e Dudu (Luan); Barcos. Técnico: Felipão.

Gols: Aránguiz (16min/2ºT) e Cláudio Winck (39min/2ºT)
Cartões amarelos: Pará, Ramiro, Fellipe Bastos, Rodriguinho e Marcelo Grohe (G) e Wellington Paulista e Alex (I)

Público total: 37.222
Renda: R$ 1.572.200,00

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Árbitro: Anderson Daronco (Asp-Fifca/RS)
Auxiliares: Marcelo Barison (RS) e Rafael da Silva Alves (Asp-Fifa)

Bookmark and Share