“A fase não é ruim, ela é péssima”, reconhece Rodrigo Caetano
capa

“A fase não é ruim, ela é péssima”, reconhece Rodrigo Caetano

Inter prega remobilização para encerrar a temporada com uma vaga para a Libertadores

Por
Correio do Povo e Rádio Guaíba

Inter perdeu a segunda partida seguida e não vence há três jogos no Brasileiro

publicidade

Após a terceira partida sem vencer sob o comando de Zé Ricardo, o Inter acendeu o sinal de alerta em relação a último objetivo da temporada: obter uma vaga para a Libertadores 2020. Com a derrota para o Ceará, o Colorado saiu novamente da zona de classificação para a principal competição sul-americana. E o rendimento do time a cada partida fica pior. Segundo o executivo de futebol, o momento é preocupante.

“A nossa fase não é ruim, ela é péssima. Uma sequência de resultados negativos e em um momento decisivo da competição. Pontos que ficam para trás devido a nossa performance. Além de não termos jogado bem, infelizmente, não tivemos competência de empatar o jogo. Segunda derrota na sequência… o que nos resta é olhar para a frente. São sete jogos e vamos seguir avaliando até o final do ano. Seguimos com as nossas aspirações”, revelou o dirigente.

À frente da equipe há quatro partidas, Zé Ricardo admitiu que “a decepção e o desafio são grandes e não será fácil”, mas pediu para que todos foquem na recuperação já contra o Fluminense, no próximo domingo. Por isso, pediu a presença e a compreensão dos torcedores no jogo contra os cariocas no Beira-Rio. Para ele, o aspecto mental precisa ser modificado e a ajuda da torcida é fundamental.

“Tive uma excelente impressão no primeiro jogo contra o Bahia. Com os jogadores querendo. A gente sabe que a parte mental é fundamental para participar, buscar, crescer e render na sua profissão. Certamente, teremos que atacar esse aspecto da nossa equipe, mas, de qualquer forma, nós que estamos na comissão ou na direção é que temos que ser os primeiros a levantar a cabeça e mantê-la de pé. Temos que trabalhar. Só depende da gente sair desta situação”, ressaltou.

O Inter retorna nesta sexta-feira de Fortaleza e o grupo ganha folga. Desta forma, a única atividade antes de enfrentar o Fluminense ocorre no sábado, às 10h30min. O treino será o único e, provavelmente, será apenas um regenerativo. Desta forma, Zé Ricardo precisará acertar o time na base do bate papo. O jogo contra os cariocas está marcado para domingo, às 16h, no Beira-Rio.