Abel exalta força mental do Inter para virar o Gre-Nal e avisa: "Brasileirão é muito difícil"

Abel exalta força mental do Inter para virar o Gre-Nal e avisa: "Brasileirão é muito difícil"

Colorado marcou gols aos 44 e 53 minutos do segundo tempo após sair atrás no placar

Correio do Povo

Inter quebrou jejum do Colorado contra o Tricolor

publicidade

A virada nos últimos minutos do clássico Gre-Nal, neste domingo, coloca o Inter com 62 pontos na liderança do Brasileirão a seis rodadas do final do campeonato e quatro pontos distantes do segundo colocado, o São Paulo. A “euforia” dos torcedores não entrará no vestiário. Na avaliação do treinador Abel Braga, o Colorado está num bom momento, mas a competição é muito difícil e sua equipe não deve ser considerada “postulante a nada”. 

“Nós sabemos o quanto é difícil um Campeonato Brasileiro, queria que vocês também soubessem o quanto é difícil. Temos seis jogos ainda que serão muito complicados. Preferia que vocês continuassem falando que não somos postulantes a nada. Não éramos até duas semanas. Saímos disso, daquele descrédito que tinham com a nossa equipe, subindo com foco e trabalho”, afirmou o treinador. “Hoje é celebrar e amanhã é trabalho sério.”

Saindo atrás no placar, o Inter conseguiu a virada nos minutos finais no estádio Beira-Rio com Abel Hernández e Edenilson, de pênalti. Abel elogiou a força de seu time, que, mesmo com meninos, buscou o placar.

“A verdade é que não fizemos um grande jogo, o Grêmio tem uma rotatividade no meio-campo que você não consegue definir quem são os volantes, e nesse rodízio eles trocam, é difícil marcar”, analisou o técnico. “O mais importante é que mais uma vez viramos um jogo. Quando surgiu o gol, já tínhamos a notícia que os resultados tinham sido positivos para nós. E eu avisei eles ali. E no final buscamos a virada. Foi muito boa a atitude dos jogadores.”

A vitória desta tarde quebrou um jejum do Inter de 11 clássicos sem vencer o Grêmio. Abel explicou que a preparação com os atletas durante a semana passou bastante pelo lado mental: “A principal tônica da semana foi fazer com que os jogadores entrassem com equilíbrio. É humanamente impossível, comigo e com eles, tirar os 11 jogos da cabeça deles. Por isso busquei trabalhar esse lado com eles”, disse. “Mas é importante mantermos essa levada nos próximos jogos. Se não vencermos o Bragantino, essa vitória aqui perde força.”

Líder, o Inter recebe o RB Bragantino no Beira-Rio, no proximo domingo, às 19h15min.

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895