Aguirre lamenta pênalti e reconhece momento difícil do Inter: "Estamos em uma fase ruim"

Aguirre lamenta pênalti e reconhece momento difícil do Inter: "Estamos em uma fase ruim"

Treinador negou influência de áudio vazado de Paulo Paixão em desempenho do time

Correio do Povo

Aguirre lamentou momento difícil do Inter no campeonato

publicidade

O técnico Diego Aguirre lamentou o pênalti cometido muito cedo pelo Inter, e que o gol no início atrapalhou a ideia de jogo pensada para a partida contra o Fluminense. Com o lance de Bruno Mendez, os cariocas abriram o placar aos 3 minutos e seguraram vitória por 1 a 0 até o fim, no Maracanã

Abatido, o técnico disse que imaginava situações "diferentes", e que havia planejado o jogo para outras circunstâncias. "Foi um golpe duro. Depois eles se fecharam, tentamos o empate e não conseguimos. Se não fosse isso, era outro jogo", lamentou.

Apesar de citar a entrega dos jogadores na tentativa de buscar o empate, reconheceu que o momento vivido pelo Inter é difícil. "Estamos em uma fase ruim. Vamos fazer de tudo para ganhar os próximos jogos, mas imaginávamos outro momento. É um pouco difícil a tabela", frisou.

Aguirre evitou ampliar o assunto do áudio vazado de Paulo Paixão, no início da semana. Revelou respeito pelo profissional que deixou o clube e dise que conversou com os jogadores citados, mas não falou mais por se tratar de uma "opinião pessoal" do preparador físico. "Não influenciou em nada, não pensamos muito nisso. Tentamos focar rapidamente no jogo. Não atrapalhou", resumiu.

O Inter volta a campo no domingo, quando enfrenta o Santos, às 19h. A partida, válida pela 36ª rodada do Brasileirão acontece no Beira-Rio. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895