Após afastamento, Inter pretende negociar atacante Thiago Galhardo

Após afastamento, Inter pretende negociar atacante Thiago Galhardo

Atacante foi punido por ato de indisciplina, mas é esperado no clube nesta quarta-feira

Correio do Povo / Rádio Guaíba

Inter deve negociar Thiago Galhardo

publicidade

* Com informações do repórter Cristiano Silva

Mesmo após uma sequência de vitórias, e um alívio na tabela do Brasileirão, o Inter ainda lida com questões extra-campo. A polêmica com o atacante Thiago Galhardo segue, e a paciência da direção parece ter se esgotado após mais um ato de indisciplina que resultou no afastamento do jogador. 

O Inter pretende negociar o atleta após o aumento do desgaste em novo episódio neste fim de semana. O staff do jogador alega que houve o pedido de uma folga nesta segunda-feira, enquanto o clube afirmou que houve decisão pelo afastamento da partida contra o Fluminense. 

De acordo com o repórter Cristiano Silva, da Rádio Guaíba, clube e jogador haviam, sim, acertado a licença para o atacante resolver problemas pessoais. No entanto, na véspera da partida contra o Fluminense, houve uma discussão entre Galhardo e Paulo Bracks. Diante do ato de indisciplina, o clube puniu o jogador e o afastou do confronto.  

A direção do Inter evitou entrar em polêmica sobre o assunto. Após a partida contra o Fluminense, o vice de futebol, Emílio Papaléo, disse que não iria falar sobre o caso, com a decisão do clube de manter em foro interno.

Agora, na tentativa de negociar Galhardo, o Colorado quer a quantia de 2 milhões de dólares pela liberação. Apesar da polêmica, o jogador é esperado para a reapresentação. Com a folga na terça-feira, já prevista por conta da semana cheia até o jogo contra o Santos, no fim de semana, Galhardo é esperado no Inter nesta quarta-feira, data da volta dos atletas para continuidade dos trabalhos. 

O Inter volta a campo no próximo domingo, para enfrentar o Santos, às 18h15min. A partida é válida pela 17ª do Brasileirão, acontece na Vila Belmiro. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895