Bracks planeja Inter pontual e assertivo na busca por reforços para a próxima temporada

Bracks planeja Inter pontual e assertivo na busca por reforços para a próxima temporada

Diretor-executivo de futebol salientou que até o final do Brasileirão 2020 o elenco está "fechado"

Correio do Povo

Dirigente foi apresentado nesta terça-feira

publicidade

Ciente das dificuldades financeiras que o Inter atravessa e defendendo um maior aproveitamento das categorias de base, o novo diretor-executivo de futebol colorado, Paulo Bracks, reiterou que quando for ao mercado, a direção precisará se utilizar da ciência de dados e dos relatórios técnicos feitos pelos centros de inteligência. 

"A busca por altos investimentos talvez não seja o norte de nossa gestão. De um lado temos a base, e do outro norte o da ciência de dados. Através disto, vamos ao mercado com assertividade e com pontualidade. Não fazer um investimento alto, mas buscar o atleta que encaixa com o modelo de jogo, que vai ajudar a equipe", explicou. “Eu, diferente de outros executivos, prefiro não gastar. Prefiro ir aos poucos. Trabalhar o dia a dia, antes de ir ao mercado gastar em qualquer jogador", acrescentou. 

Com 39 anos, Bracks tem experiência nas categorias de base no futebol mineiro e também como diretor-executivo do América Mineiro, semifinalista da Copa do Brasil deste ano. Em sua avaliação, a formação de atletas deve ser essencial. 

"Eu entendo que o papel do executivo de futebol não é simplesmente trabalhar com número de reforços, de atletas externos que vão compor o elenco. O reforço às vezes pode ser de casa. Trabalhar um atleta da base de 2002, aos poucos, com convicções. Vamos olhar com muito carinho. Aquela mescla de jogadores jovens com atletas experientes", pontuou. Para este trabalho entre base e profissional, Bracks anunciou Julinho Camargo como gerente de transição do Inter

Abel até o final do Brasileirão e nenhum técnico em tratativas

Apesar da provável vinda do técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez, ex-Independiente Del Valle, para o estádio Beira-Rio, o dirigente nega que existam negociações avançadas e garantiu que o único treinador para o Inter é Abel Braga. 

"Não conversei com nenhum outro treinador que não Abel Braga. A gente está muito focado nesses 11 jogos. Nosso objetivo passa muito pelo que será o calendário em 2021".

Ele também reiterou que até o final da temporada em fevereiro o clube não deve anunciar reforços. "O elenco que aqui está, tá fechado. Estamos buscando o título, pois matematicamente ainda é possível, mas também temos a busca incessante por termos a Libertadores no calendário da próxima temporada. Até lá, não exisitirão mudanças na comissão técnica, no grupo de jogadores", garantiu. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895