Bruno Mendéz exclui favoritismo do Inter no Gre-Nal: "Temos que dar mais do que 100% em campo"

Bruno Mendéz exclui favoritismo do Inter no Gre-Nal: "Temos que dar mais do que 100% em campo"

Defensor retornou ao time após período no departamento médico

Correio do Povo

Zagueiro valorizou o fator casa no confronto

publicidade

Uma das figuras centrais do setor defensivo do Inter, o zagueiro Bruno Mendéz projetou o clássico Gre-Nal 434 deste sábado, às 19h, no Beira-Rio. Em entrevista aos canais oficiais do clube, o uruguaio excluiu qualquer favoritismo do Colorado ao afirmar que a equipe deve dar "mais do que 100%" em campo. "Não é só qualidade, não é só técnica. É mais coração e sacrifício. Temos que jogar como time", completou. De olho na Libertadores, o Inter é o 7º colocado, com 41 pontos. Já o Grêmio, em situação dramática, é o 19°, na zona de rebaixamento, com 26.

Retornando após 10 dias no departamento médico, Mendez valorizou o fator casa e o apoio da torcida para o clássico. "Sem dúvida é diferente. É um jogador a mais ter a nossa torcida em casa. Estou feliz por ter eles em um clássico", confessou. O zagueiro foi titular na derrota diante do São Paulo.

Veja Também

O Inter ainda aguarda a resposta do governo do Estado com relação ao aumento da capacidade de público nos estádios para 60%. O ofício foi enviado na terça-feira pela Federação Gaúcha de Futebol (FGV). Caso a decisão seja favorável, cerca de 30 mil torcedores poderão acompanhar o clássico – atualmente, a capacidade é de 15 mil.

"Estamos todos ligados porque todos sabem que é um clássico. Não só pela tabela, mas é importante para o clube, para a torcida e para a história".

Na expectativa pelos retornos de Yuri Alberto, Moisés e Daniel

Acompanhado da chuva e do campo molhado, o elenco retornou ao CT Parque Gigante na manhã desta quarta-feira, visando o confronto deste sábado. 

De fora por orientação do departamento médico, o lateral-esquerdo Moisés, o goleiro Daniel e o centroavante Yuri Alberto estão entre as dúvidas para o clássico. Dos três, o atacante é quem menos preocupa e deverá estar em campo. Na coletiva após a derrota para o São Paulo, Diego Aguirre foi cauteloso: "Eu não posso garantir que Yuri vai jogar. Hoje ele é dúvida e o Moisés também. Não posso assegurar uma coisa que tenho que ver nos próximos dias".

Na atividade de hoje, os atletas foram ao gramado e trabalharam com bola. Depois de exercícios de aquecimento, Aguirre comandou um treinamento de posse, seguido por uma atividade técnica em campo reduzido, fechando com exercícios de finalização, enquanto parte do elenco realizou corridas ao redor do gramado. O treinador uruguaio terá mais dois treinamentos pela frente para ajustar detalhes e definir o time que enfrentará o Grêmio.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895