"Colorado fanático", Guilherme Pato celebra primeiro gol com a camisa do Inter

"Colorado fanático", Guilherme Pato celebra primeiro gol com a camisa do Inter

Atacante retornou de empréstimo da Ponte Preta e será reaproveitado pelo Colorado nesta temporada

Correio do Povo

Pato marcou primeiro gol com a camisa do Inter

publicidade

Autor do gol que deu a vitória ao Inter contra o Juventude na estreia do Gauchão, o atacante Guilherme Pato celebrou a oportunidade de marcar seu primeiro tento com a camiseta colorada na partida que marcou seu retorno ao estádio Beira-Rio, após empréstimo para a Ponte Preta em 2020. "Não tenho nem palavras por marcar meu primeiro gol com a camisa do Inter. Estava na Ponte Preta na temporada passada e estou muito feliz de voltar. Cheguei aqui com nove anos, sou colorado fanático, minha família toda também é. Estou feliz demais", pontuou o garoto. "Demos um bom cartão de visitas e arrancamos com a vitória", acrescentou sobre o desempenho do time. 

Campeão da Copa São Paulo Futebol Júnior de 2020 pelo Inter, Pato está nos planos do profissional. No começo da temporada, o Colorado revelou que o jovem atacante será aproveitado entre o grupo principal e uma das opções ofensivas para o novo técnico, o espanhol Miguel Ángel Ramírez. 

Outro titular que se destacou nesta noite foi o goleiro Daniel, que teve atuação segura e operou dois milagres para garantir o empate. Atual quarto goleiro do elenco, ele falou sobre a possibilidade de atuar e celebrou a vitória. "Primeiramente, temos que agradecer a Deus. Eu fiquei muito tempo sem jogar, uns três anos e meio. Venho trabalhando para quando pintar a oportunidade, estar preparado. É agradecer ao grupo, que está de parabéns, principalmente no segundo tempo. Bora que quinta-feira tem mais", disse na saída do gramado. 

No profissional do Inter desde 2017, Daniel, com 26 anos, era um dos "experientes" no time recheado de garotos da base nesta noite. "Às vezes mesmo com 26 anos, que não é uma idade muito velha para goleiro, mas no meio dessa rapaziada me sinto um paizão para eles. Cara, é que todo trabalhador tem que ter sorte. A sorte acompanha o talento também. Mas tem que parabenizar a equipe, jogamos bem, a molecada se empenhando. Conseguimos sofrer, é a cara do Internacional", finalizou.

Na próxima rodada, o Inter visita o Pelotas, na quinta-feira, às 20h, na Boca do Lobo, pela segunda rodada do estadual. 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895