Considerado "fundamental" por Coudet, Edenilson deve permanecer no Inter

Considerado "fundamental" por Coudet, Edenilson deve permanecer no Inter

Durante a semana, o técnico garantiu que solicitaria à direção a manutenção do jogador

Correio do Povo

Jogador tem oferta para jogar no Al Ittihad, da Arábia Saudita

publicidade

A manifestação do técnico do Inter, Eduardo Coudet, após a derrota colorada para o Fortaleza no sábado, praticamente sepulta qualquer chance de o Inter liberar Edenilson, que interessa ao Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Mesmo com o meia no grupo, o treinador lamentou a dificuldade para montar sua equipe por conta do “plantel curto” e da sequência apertada de jogos.

“Nosso plantel é curto e temos muitos jovens. Pois bem, não é fácil não jogar e ser líder do Brasileiro e da Copa Libertadores com o que temos. Se não podemos completar o banco, seguiremos trabalhando com o que temos”, afirmou. “Tenho repetido isso constantemente: vai nos custar muito”, completou.

Durante a semana, o técnico garantiu que solicitaria à direção a permanência de Edenilson, considerado por ele fundamental para o bom funcionamento da equipe. O vice de futebol, Alessandro Barcellos, disse que o Inter não recebeu proposta oficial. “O Edenilson é um jogador importante, identificado. Não trabalhamos com a hipótese de ele sair agora”, assegurou Barcellos.

O dirigente colorado, aliás, discorda de Coudet. Para ele, com o grupo atual, o Inter é postulante aos títulos em jogo até o começo de 2021. “Com este grupo, é possível disputarmos o título brasileiro. O mais importante não é ser líder agora, é chegar em primeiro lugar à última rodada. Vamos seguir trabalhando”, observa.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895