Dourado inicia trabalhos físicos e recuperação total pode demorar “meses”

Dourado inicia trabalhos físicos e recuperação total pode demorar “meses”

Jogador teve problemas na articulação do joelho esquerdo e não sente mais dores no local

Por
Correio do Povo

Coordenador da preparação física, Cristiano Nunes, prevê que recuperação de Dourado poderá durar até "meses"


publicidade

O Inter divulgou nesta quarta-feira uma entrevista com o coordenador da preparação física, Cristiano Nunes, para falar sobre a situação do volante Rodrigo Dourado, que não atua há 329 dias devido a uma série de problemas que teve no joelho esquerdo. Segundo Nunes, os primeiros trabalhos físicos com o jogador são positivos, pois ele reage bem aos exercícios leves que é submetido.

“Ele está reiniciando o processo de treinos. De aquisição física. É um momento inicial, porém, vemos com otimismo o fato dele estar evoluindo e melhorando. De não estar relatando dor, aquilo que muitas vezes o incomodava em qualquer esforço que ele fazia. Hoje ele consegue fazer movimentos muito naturais, onde muda de direção e intensidades de corridas sem relatar desconforto. Continuando assim, evoluindo com os treinos, vai recuperar a forma física”, revelou Nunes.

Como sempre ocorre com jogadores que ficam longe dos gramados por muito tempo, o processo será lento e gradual. Com a volta aos treinos, problemas musculares poderão surgir devido ao fato de ele não realizar os exercícios comuns para os jogadores durante um longo período.

“Ainda é uma fase inicial e existe um tempo para que ele se recupere a melhor forma. Isso vai acontecer com um acompanhamento muito detalhado nas próximas semanas ou meses de trabalho”, disse. “Na sequência, ele terá treinos com volume maior. Poder realizar trabalhos com intensidade e distâncias maiores percorridas. Altas velocidades e treinos de força para que ele tenha uma musculatura capaz de dar muita estabilidade para as articulações, principalmente, para o joelho, mas, evidente, isso será realizado de forma gradativa e acompanhando a resposta de cada treino do Dourado”, afirmou o coordenador da preparação física.

Durante toda a entrevista, Cristiano Nunes destacou um fato que é fundamental para Dourado voltar aos gramados. “Ele está confiante para realizar as atividades no campo e motivado, até pelo fato dele estar vendo a evolução. Atividades que ele fazia com demanda menor, acabavam com desconforto na articulação. Isso não está acontecendo, as intensidades e os volumes dos trabalhos estão aumentando e ele se sente confortável. Sente o cansaço natural, porém, o joelho está respondendo bem”, concluiu.


O Inter renovou o contrato de Rodrigo Dourado no último dia 29 e o vínculo foi ampliado até dezembro de 2022. Após a parte física, o jogador será reintegrado ao grupo do técnico Eduardo Coudet.