Dourado se coloca à disposição para atuar de zagueiro no Inter

Dourado se coloca à disposição para atuar de zagueiro no Inter

Volante avalia que tem todas as condições para cumprir as orientações de Ramírez e vê a equipe em crescimento

Correio do Povo

Rodrigo Dourado não pretende virar zagueiro neste momento da carreira, mas não descarta para o futuro

publicidade

O volante Rodrigo Dourado concedeu entrevista coletiva após o treino do Inter desta sexta-feira no Centro de Treinamentos do Parque Gigante e comentou sobre a possibilidade de ser utilizado como zagueiro. Ele atuou na posição na partida contra o Esportivo, pelo Gauchão. O capitão colorado destacou que conversou com o técnico Miguel Ángel Ramírez assim que ele chegou e se colocou à disposição para ajudar contribuir com a equipe.

“Me sinto muito bem de volante e com capacidade para fazer o que ele quer. Se for para ajudar a equipe, estou à disposição. Às vezes, treino de zagueiro, quando há uma necessidade. Hoje ainda me sinto um volante, mas, mais para a frente (na carreira), posso recuar para atuar de zagueiro”, revelou.

Dourado disse que não sente dores há algum tempo e que tem crescido junto com a equipe. Afirmou que já assimilou o que o treinador deseja. Para ele, atuar como Ramírez gosta não é uma novidade.

“Fazia isso nas categorias de base. Sempre tentávamos propor o jogo com muito treino de posse de bola. Cada jogador tem a sua forma gosta de atuar e vamos nos adaptando. Ramírez tem um modo diferente. O que ele pede, tento fazer nos treinos para repetir nos jogos. Tenho características mais defensivas, mas me sinto um volante completo”, declarou.

O volante admitiu que o grupo tem como meta voltar a vencer o Gauchão, mas sem se descuidar da necessidade de classificar na Libertadores. Entretanto, para chegar as partidas finais, o Colorado precisará superar o Juventude.

“Faz um tempo que não ganhamos Gauchão, que estávamos acostumados a ganhar. A gente sempre fala sobre isso antes dos jogos. O Gauchão é importante. Temos um bom elenco para brigar pelo título e esperamos chegar bem forte nestas fases finais. Temos a Libertadores, mas estamos bem preparados para as duas competições”, disse.

Além das dificuldades de superar a equipe de Caxias do Sul, o capitão desta uma dificuldade que o Inter pode ter no domingo. “O Juventude tem uma equipe qualificada. Eles jogam em um campo diferente e não sabemos as dificuldades que ele (o gramado) vai nos apresentar. Temos que ir preparados para qualquer coisa. Professor passou hoje a forma como o adversário joga, mas temos dois dias para nos preparar”, concluiu.

O Inter treinou na manhã desta quinta-feira e a partir das 16h30min, no sábado, faz o último trabalho antes da viagem para a Serra. A partida no estádio Montanha dos Vinhedos está marcada para as 16h de domingo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895