Edenílson elogia D'Alessandro: "A canhota dele está afiada ainda"
capa

Edenílson elogia D'Alessandro: "A canhota dele está afiada ainda"

Gol que abriu o placar no Beira-Rio na vitória sobre o Pelotas teve lançamento preciso do argentino

Por
Correio do Povo / Rádio Guaíba

Edenílson elogiou vitalidade do companheiro aos 38 anos


publicidade

Na vitória sobre o Pelotas por 3 a 1, na noite de segunda-feira, Edenílson marcou o gol que abriu o placar no Beira-Rio. No entanto, o lance teve participação fundamental de D'Alessandro, que executou belo lançamento do meio campo para o ataque, dando assistência para marcar.

Na avaliação de Edenílson, trata-se de um jogador muito importante para o grupo, e para quem a "idade não chega", em referência aos 38 anos do meia, ao elogiar o lançamento no gol, marcado pelo próprio Edenílson. "A canhota dele está afiada ainda. É uma jogada que a gente vem trabalhando. Uma qualidade que poucos têm no Brasil", elogiou.

Edenílson falou, ainda, sobre voltar a aparecer na área e marcar gols, algo que já havia acontecido na temporada pasada. "O professor me cobra bastante. Em primeiro lugar vem a equipe, quero ajudar. Dizem que eu só não fiz mais gols porque não sabia comemorar, então vou treinar comemorações também", brincou.

O meia também minimizou as viagens longas nos próximos dias, com uma maratona até o jogo de volta da Libertadores, diante do Universidad do Chile, no dia 11 de fevereiro. O Colorado enfrenta o São Luiz, em Ijuí, e o Ypiranga, em Erechim, antes do jogo de ida, no dia 4, em Santiago. "Estamos tranquilos. Tem que fazer, não dá pra fugir. Mas a direção tem tomado as medidas para nos preparar da melhor maneira para esses jogos", pontuou.

O Inter volta a campo nesta quarta-feira, para enfrentar o São Luiz, no 19 de Outubro, em Ijuí, às 21h30min. A partida é válida pela terceira rodada do Gauchão.

Trabalho leve para os titulares após vitória

O Inter realizou um trabalho leve no CT Parque Gigante, na tarde desta segunda-feira, após bater o Pelotas. Os jogadores titulares realizaram apenas uma corrida leve em volta do campo. Já os reservas realizaram diversas atividades táticas em campo reduzido, sob o forte calor em Porto Alegre.