Edenílson reconhece má fase do Inter e pede humildade por vaga na Libertadores

Edenílson reconhece má fase do Inter e pede humildade por vaga na Libertadores

Volante projetou correção de rumos nas rodadas finais para garantir lugar no torneio continental

AE

Volante projetou conversas com Aguirre para melhorar desempenho

publicidade

O Inter conheceu a terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira no confronto diante do Fluminense. O capitão Edenilson assumiu o papel de liderança para reconhecer a má fase e pedir humildade ao elenco colorado. Ele também citou o risco da equipe perder a vaga na Libertadores.

Veja Também

O jogador também lamentou o fato de o Inter ter sofrido o gol da derrota logo aos três minutos, em cobrança de pênalti convertida pelo experiente Fred. "Fomos punidos por uma fatalidade no início do jogo. Tentamos buscar primeiro o empate e depois a virada, mas não conseguimos. Temos que dar um passo para trás, ter humildade e ver o que estamos fazendo de errado pra corrigir o quanto antes, senão vamos ficar fora da Libertadores", apontou o volante, na saída do gramado.

O volante reforçou que o objetivo do Inter é buscar a vaga no torneio continental e acredita que a conversa no dia a dia com o técnico Diego Aguirre pode melhorar o desempenho nos próximos jogos. "O Inter vem jogando nos últimos três anos a Libertadores e é o objetivo do clube agora. Temos um grupo jovem e precisamos conversar com o professor no dia a dia para ver o que podemos arrumar", disse o jogador.

Com a derrota, o Inter estacionou nos 47 pontos, na oitava posição. A cinco pontos de distância para o Red Bull Bragantino, primeiro time no G-6, a zona de classificação para a fase preliminar da Copa Libertadores do próximo ano.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895