Em súmula, Jean Pierre afirma que presença de Ramírez na casamata não causou prejuízo ao jogo

Em súmula, Jean Pierre afirma que presença de Ramírez na casamata não causou prejuízo ao jogo

Técnico do Inter ingressou na área técnica durante a partida com o Ypiranga, de Erechim

Correio do Povo

Em súmula, Jean Pierre afirma que presença de Ramírez na casamata não causou prejuízo ao jogo

publicidade

O árbitro da partida entre Inter e Ypiranga, de Erechim, Jean Pierre de Lima, escreveu na súmula do jogo que a presença do técnico colorado, Miguel Ángel Ramírez não causou prejuízo ao confronto. O documento foi divulgado nesta segunda-feira pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF). 

"Ao final da partida, quando já estava no vestiário, fui informado pelo responsável da empresa Create (empresa responsável pelo controle de acesso ao gramado) que o Sr. Miguel Ángel Ramírez, que estava credenciado para permanecer nas arquibancadas, abriu a grade que dá acesso ao campo e foi próximo à área técnica do S.C. Internacional e conversou com membros da comissão técnica que estavam relacionados para a partida. Em determinado momento, o quarto árbitro, ao ser informado do fato, imediatamente comunicou o treinador do S.C. Internacional, Sr. Osmar Loss, que o Sr. Ramírez não poderia ultrapassar a grade de acesso ao gramado e assim foi prontamente atendido e o fato não mais se repetiu. Saliento ainda que a referida ocorrência não causou qualquer tipo de prejuízo ao andamento da partida", relatou Jean Pierre. 

Veja Também

Durante o jogo, Ramírez, que ainda não está regularizado no Boletim Informativo Diário da CBF, deu orientações a seus auxiliares. O treinador interagiu bastante e em dados momentos chegou a gritar com os próprios jogadores enquanto estava na arquibancada. 

De qualquer forma, o técnico espanhol pode ser denunciado e pode até ser suspenso do próximo compromisso do Inter no Gauchão. Uma outra possibilidade é o pagamento de multa por parte do clube. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895