capa

Fifa atende Inter e prorroga prazo de apresentação de defesa no caso Sarrafiore

Clube gaúcho foi acusado pelo Huracán de aliciamento

Por
Correio do Povo

Sarrafiore começou bem a temporada pelo Inter e virou pivô de uma ação na Fifa

publicidade

A Fifa atendeu a um pedido do Inter e prorrogou o prazo de apresentação de defesa sobre o Caso Sarrafiore, aberto por solicitação do Huracán. Os advogados colorado, agora, têm até a próxima terça-feira para explicar por escrito a contratação do jogador argentino e afastar a acusação de aliciamento, levantada pelos argentinos. O Huracán pede 10 milhões de dólares do Inter e, para isso, abriu o processo da Comissão de Resoluções de Disputa da Fifa. 

Decisão reformada 

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, reformou a decisão que tirou Nico López de quatro jogos do Gauchão, inclusive o Gre-Nal. O STJD acatou um recurso protocolado pelos advogados colorados contra decisão do TJD gaúcho. A nova posição, porém, não tem efeito prático. “A definição só reforça o posicionamento adotado pelo clube e deixa clara a injusta e abusiva pena sofrida pelo jogador”, disse nota oficial do Inter.

Por conta da punição dada a Nico López, o Inter decidiu encarar o último Gre-Nal com reservas, em protesto pela decisão. Na ocasião, o clássico, disputado na Arena, foi vencido pelo Grêmio.