Galhardo critica expulsão de Rodinei e revela reação de Filipe Luís: "Discordou da decisão"

Galhardo critica expulsão de Rodinei e revela reação de Filipe Luís: "Discordou da decisão"

Atacante do Inter lamentou a falta de critério do árbitro Raphael Klaus e destacou título em aberto

Correio do Povo

Atacante entrou no final da partida

publicidade

A arbitragem do confronto entre Flamengo e Inter segue sendo o principal tema do pós jogo. Além da direção e do técnico Abel Braga, o atacante Thiago Galhardo também fez críticas a atuação do árbitro Raphael Klaus, que expulsou Rodinei no começo da segunda etapa por um pisão em Filipe Luís. 

"O Rodinei tá olhando para a bola, ele acaba acertando o Filipe Luís. Lance normal. Até o Filipe Luís comentou que o lance era para amarelo e na hora da expulsão ele abaixa a cabeça discordando. Esse mesmo árbitro também tivemos outros lances que ele não adotou o mesmo critério. Hoje até no lance do Nathan com o Peglow", explicou. 

Apesar do revês, o artilheiro do campeonato reiterou que a equipe segue viva na competição e vai dar o máximo contra o Corinthians, no Beira-Rio. "Parabenizar o grupo, contra tudo e contra todos chegamos até aqui. Revertemos tudo isso. Chegamos na última rodada com totais chances de título, fazer a nossa parte e torcer por um tropeço deles".

O volante Rodrigo Dourado foi outro jogador a direcionar suas manifestações para o árbitro e para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). "É triste falar. O Filipe Luís disse que a entrada do Rodinei foi sem querer. O próprio Diego, capitão deles, disse que seria no máximo pra amarelo. Flamengo é um grande time, não precisava disso pra ganhar. Claus acabou com o espetáculo", afirmou logo na saída de campo. "Nem a taça a CBF trouxe, acho que eles querem que o Flamengo seja campeão". 

Veja Também

Mesmo com o resultado deste domingo, o Inter pode ser campeão na última rodada, caso vença o Corinthians, no Beira-Rio, e o Flamengo não supere o São Paulo, no Morumbi. Os dois jogos estão marcados para as 21h30min de quinta-feira


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895