Galhardo erra pênalti e Inter só empata com Atlético-GO

Galhardo erra pênalti e Inter só empata com Atlético-GO

Colorado ainda precisou superar expulsão de Rodrigo Moledo fora de casa para segurar 0 a 0

Correio do Povo

Inter ficou no 0 a 0 com o Atlético-GO fora de casa na noite deste sábado

publicidade

O Inter enfrentou uma série de adversidades na noite deste sábado. Esbarrou na perda de um pênalti e uma expulsão e ficou no 0 a 0 com o Atlético-GO em Goiânia, pela 23ª rodada do Brasileirão. Com o empate, o Inter se mantém no G4, na quarta colocação, com 37 pontos, mesmo número do quinto, Palmeiras.

A melhor chance do Inter veio no segundo tempo. Após pênalti em cobrança de escanteio, Thiago Galhardo bateu pênalti, mas o goleiro Jean defendeu e assegurou a igualdade do marcador. Depois, Rodrigo Moledo foi expulso após receber segundo amarelo e minou de vez as chances do Inter.

Agora, o Inter dá um tempo no Campeonato Brasileiro e concentra suas atenções para o confronto da Libertadores. O jogo adiado contra o Boca Juniors, pelo duelo de ida das oitavas de final, acontece nesta quarta-feira, às 21h30min.

Primeiro tempo com poucas emoções

Mesmo diante da proximidade do compromisso com o Boca pela Libertadores, o técnico interino Leomir Souza optou por escalar diversos titulares. Entre eles, Thiago Galhardo, artilheiro do Brasileirão. A zaga foi formada por Moledo e Cuesta e, no meio, D’Alessandro apareceu mais uma vez entre os onze iniciais. 

O Atlético-GO foi quem criou a primeira chance, após uma sequência de escanteios, conquistados graças à boa utilização dos laterais. Foi o esquerdo, Nícolas, quem  invadiu a área aos 17 minutos e bateu cruzado, com a bola passando rente à trave direita de Marcelo Lomba. 

O Inter, por sua vez, foi inofensivo durante boa parte do primeiro tempo. O sistema defensivo rodou a bola de um lado pro outro, com o fim da jogada sempre previsível: a bola aberta era lançada para a frente, abusando dos chutões, que foram pouco efetivos. A defesa do Atlético-GO sempre levou a melhor. 

Apenas aos 38 minutos o Colorado levou perigo: Rodrigo Lindoso pegou um rebote de bola espetada para a área. Ele chutou forte, obrigando Jean a fazer a intervenção no centro do gol para levar o jogo em 0 a 0 ao intervalo, na única chance de gol do Inter no primeiro tempo.

Inter perde pênalti e tem Moledo expulso

No segundo tempo, o Atlético-GO voltou explorando as laterais e, de novo, levou vantagem no ataque. Voltou a conseguir escanteios e criou chance de gol em cruzamento para a área. Para tentar mudar o cenário no meio campo, onde mais uma vez não teve boa troca de passes, o Inter tentou recuperar o setor com Musto e Maurício nos lugares de D’Alessandro e do apagado Johnny. 

Nem deu tempo de os dois tocarem na bola: no lance seguinte, após cobrança de escanteio pela direita, o defensor do Atlético-GO tocou com a mão na bola. E quando a noite poderia virar para o artilheiro Thiago Galhardo, que não fazia boa partida, aconteceu justamente o contrário: ele bateu mal, baixo no canto direito, e Jean caiu para fazer a defesa e espalmar para escanteio, salvando os donos da casa do gol. 

E se as coisas já pareciam difíceis para o Inter, elas pioraram quando Rodrigo Moledo fez falta desnecessária e acabou expulso. Após entrada dura em Danilo Gomes, o zagueiro recebeu o segundo cartão amarelo e prejudicou o colorado, deixando a equipe com um jogador a menos aos 24 do segundo tempo. 

O Atlético-GO cresceu a partir da expulsão. Explorou ainda mais as laterais de campo e levou vantagem sobre a marcação na velocidade. Já ao Inter coube se defender. A equipe pouco agrediu nos minutos finais, mas ainda assim quase marcou com Leandro Fernández, após trapalhada da zaga do Atlético-GO. Assim, garantiu o empate em 0 a 0, mantendo a sequência sem vencer pelo Brasileirão, mas levando um ponto para Porto Alegre após jornada difícil fora de casa. 

Veja Também

Campeonato Brasileiro - 23ª rodada

Atlético-GO 0 

Jean; Arnaldo (Pereira), Éder, Gilvan e Nícolas; Willian Maranhão, Matheus Vargas, Chico (Danilo Gomes) e Everton Felipe (Wellington Rato); Janderson (Júnior Brandão) e Zé Roberto. Técnico: Marcelo Cabo

Inter 0 

Marcelo Lomba; Heitor, Moledo, Cuesta e Uendel; Lindoso, Johnny (Musto), Patrick (Zé Gabriel) e D'Alessandro (Maurício); Yuri Alberto (Marcos Guilherme) e Thiago Galhardo.

Cartões amarelos: Rodrigo Moledo, Rodrigo Lindoso (Inter)

Cartões vermelhos: Rodrigo Moledo (Inter)

Arbitragem: Ramon Abatti Abel (SC)

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)

Data e hora: 28/11, às 21h


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895