Inter anuncia saída de Roberto Melo do cargo de vice de futebol
capa

Inter anuncia saída de Roberto Melo do cargo de vice de futebol

À frente da pasta desde 2017, dirigente deixa cargo sem conquistar título

Por
Correio do Povo

Roberto Melo deixou o cargo de vice de futebol do Inter

publicidade

O Inter comunicou nesta quinta-feira que Roberto Melo pediu para deixar o cargo de vice-presidente de futebol. O clube informa sobre decisão oficialmente à tarde, no dia seguinte à derrota por 2 a 1 para o Goiás – o que deixou ameaçada a classificação à Libertadores do ano que vem. O Executivo de Futebol, Rodrigo Caetano, deve acumular a função. 

Além de Melo, o diretor Adauri Silveira também deixou o departamento de futebol. No site, o Inter agradeceu a ambos a dedicação ao longo dos três anos que ocuparam o cargo, durante a gestão do presidente Marcelo Medeiros, que concederá uma entrevista coletiva sobre o assunto ainda na tarde desta quinta. 

Melo era o vice de futebol desde o início da gestão de Medeiros. Com ele no comando da pasta do futebol, o Inter retornou à elite do futebol brasileiro. No entanto, ao longo deste período, não conquistou nenhum título. 

Rendimento caiu após demissão de Odair, não respaldado por Melo

A queda de Melo ocorre cerca de 50 dias depois da demissão do técnico Odair Hellmann – ocorrida no dia seguinte à derrota para o CSA. Logo após esse jogo, o então vice-presidente de futebol deu uma entrevista forte, não bancando o treinador. Inicialmente, a ideia da diretoria seria manter o técnico até o fim da temporada. No entanto, a situação ficou insustentável. 

Depois da saída de Odair, contudo, o Inter não reagiu no Brasileirão e, pelo contrário, piorou o desempenho. O ex-técnico deixou o clube na sexta colocação e hoje os colorados estão em nono lugar, correndo risco de deixar a já inflada zona de classificação à Libertadores – que passou de G6 para G8 devido às campanhas de Flamengo e Athletico-PR.