Inter dá vexame e sofre goleada de 5 a 1 do Fortaleza, no Castelão

Inter dá vexame e sofre goleada de 5 a 1 do Fortaleza, no Castelão

Colorado jogou muito mal, praticamente não produziu, e sofreu com expulsão do zagueiro Pedro Henrique e gol contra bizarro de Zé Gabriel

Nicholas Lyra

Colorado não conseguiu mostrar reação

publicidade

O Inter viveu uma tarde para esquecer no Castelão, e deu vexame neste domingo. Jogou muito mal, praticamente não produziu, sofreu com a expulsão do zagueiro Pedro Henrique e um gol contra bizarro de Zé Gabriel. Assim, a equipe de Miguel Ángel Ramírez acabou goleada por 5 a 1 pelo Fortaleza e segue sem vencer no Brasileirão. 

No primeiro tempo, após cobrança de falta, Titi pegou o rebote de Marcelo Lomba e abriu o placar. Novamente em bola parada, no cruzamento após a expulsão, Robson fez o segundo. Na etapa final, Yago Pikachu fez o terceiro, e Zé Gabriel marcou contra. Praxedes descontou para o Inter, e Wellington Paulista fechou o placar no fim. 

Agora, o Inter se prepara para o jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Na quinta-feira, joga por um empate diante do Vitória, no Beira-Rio, às 21h30min, para avançar às oitavas. Pelo Brasileirão, volta a campo no domingo, quando enfrenta o Bahia, às 18h15min, no Pituaçu, pela terceira rodada da competição. 

Veja Também

Primeiro tempo ruim piora com expulsão

Ramírez optou por voltar com Marcelo Lomba no gol. Na defesa, Pedro Henrique e Zé Gabriel fizeram a dupla de zaga, com Rodrigo Lindoso e Nonato no meio campo. Johnny, que teve boa atuação contra o Vitória, ficou no banco. O mesmo aconteceu com Taison. Mauricio e Lucas Ramos. Indispostos, foram preservados por precaução.

O Inter começou a partida sofrendo para sair jogando. O Fortaleza adiantou as linhas e pressionou. E também explorou os lançamentos nas costas dos zagueiros, diante das linhas altas de Ramírez. O gol adversário saiu de uma jogada polêmica. O árbitro marcou falta duvidosa de Caio Vidal em uma dividida pelo alto. Na cobrança, Lucas Crispim bateu bem, obrigando Lomba a fazer a defesa. No rebote, Titi marcou. Após muita demora para conferência no VAR se o zagueiro estava em posição legal, o gol foi confirmado.

O primeiro tempo do Inter foi muito abaixo do ideal, com boa parte do time rendendo pouco. Patrick e Caio Vidal erraram nas poucas vezes em que apareceram, e Yuri Alberto quase não foi acionado. Como se fosse possível, o prejuízo ficou ainda maior no fim do primeiro tempo. Já nos acréscimos, o zagueiro Pedro Henrique deixou o pé em Robson. Inicialmente, o árbitro aplicou amarelo. Mas, após a revisão no VAR, optou pela expulsão. Na cobrança da mesma falta, o próprio Robson subiu sozinho, em nova falha defensiva do Inter, para fazer 2 a 0 e levar o Fortaleza em vantagem ainda maior ao intervalo.

Novas falhas defensivas e gol contra bizarro 

Para recompor o sistema defensivo, o técnico colorado optou por sacrificar Caio Vidal, que nada produziu pela ponta direita, em atuação bastante apagada na etapa inicial. Para o lugar dele, foi escolhido Victor Cuesta. 

No entanto, não houve muito tempo para a defesa se organizar. Isso porque, em desatenção logo no primeiro minuto, após cobrança de lateral e falha de Moisés, que também fez uma partida ruim, Yago Pikachu bateu forte, fazendo um golaço, anotando o terceiro do Fortaleza no jogo.

Com a defesa visivelmente atrapalhada no jogo, o lance mais inacreditável aconteceu logo depois. O ataque do Fortaleza chegou a frente e Robson bateu cruzado, vencendo Lomba. A bola, no entanto, iria sair. Zé Gabriel optou por tentar um chutão para afastar. Pegou muito mal e, em uma rosca, mandou contra o gol, num lance bizarro no Castelão, fazendo 4 a 0.

Ainda houve tempo para o Inter descontar, com o Fortaleza já diminuindo o ritmo. Após cobrança de falta, Praxedes cabeceou forte e venceu o goleiro Felipe Alves, anotando o de honra para o colorado. No fim, Wellington Paulista ainda marcou mais um para o Fortaleza, que administrou nos últimos minutos para conquistar a segunda vitória no Brasileirão. 

Campeonato Brasileiro - 2ª rodada 

Fortaleza 5 

Felipe Alves; Tinga, Benevenuto, Titi (Ronald) e Felipe (Ederson); Matheus Jussa, Vargas (Luiz Henrique), Yago Pikachu e Lucas Crispim; Robson (Wellington Paulista) e David (Romarinho). Técnico: Juan Pablo Vojvoda 

Inter 1 

Marcelo Lomba; Heitor (Saravia), Pedro Henrique, Zé Gabriel e Moisés; Lindoso (Johnny), Nonato (Boschilia), Praxedes, Caio Vidal (Victor Cuesta) e Patrick (Edenilson); Yuri Alberto. Técnico: Miguel Angel Ramírez

Gols: Titi (20/1T), Robson (44/1T), Yago Pikachu (1/2T), Zé Gabriel (contra) (9/2T) Wellington Paulista (41/2T); Praxedes (17/2T)

Cartões amarelos: Caio Vidal, Moisés, Thiago Galhardo e Praxedes (Inter)

Cartões vermelhos: Pedro Henrique (Inter) 

Arbitragem: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Data e hora: 06/06, às 16h


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895