Inter encara decisão simbólica contra o Flamengo

Inter encara decisão simbólica contra o Flamengo

Confronto vale o "título" de campeão do primeiro turno do Brasileirão

Fabrício Falkowski

Preparação tenta esquecer resultado ruim da Libertadores

publicidade

Em outra época, o Beira-Rio viveria um daqueles domingos especiais, que marcam e ficam na memória. A torcida tomaria o entorno da casa colorada com horas de antecedência. Haveria euforia e tensão no ar. Muita gente encheria cada espaço do estádio para assistir ao Inter, líder do Campeonato Brasileiro, enfrentar o Flamengo, que tem o mesmo número de pontos mas está na segunda posição pelos critérios de desempate, em um duelo que valerá o título simbólico de campeão do primeiro turno.

A pandemia impõe um jogo com portões fechados, com menos brilho, mas com suas importantes repercussões preservadas. Numa demonstração de valorização do confronto contra os cariocas e da própria competição, que o Inter não vence desde 1979, Eduardo Coudet escalou uma equipe praticamente toda reserva contra a Universidad Católica, pela Libertadores, diminuindo as suas chances de alcançar a liderança do grupo e os seus consequentes benefícios. Acabou perdendo, ficou em segundo e vai enfrentar o Boca Juniors.

A delegação colorada regressou do Chile e desembarcou na sexta-feira em Porto Alegre. Neste sábado, fará o único treino realmente voltado para o confronto com o Flamengo. As boas notícias são que Boschilia, recuperado de lesão, poderá ser aproveitado, assim como Patrick, liberado da viagem ao Chile para acompanhar o nascimento do filho. Os desfalques são Yuri Alberto, que se apresentou à Seleção Brasileira sub-20, Victor Cuesta, suspenso, e Rodinei, que pertence ao Flamengo.

O time carioca também poupou titulares, mas venceu o Júnior de Barranquilla no Rio e terminou em primeiro no grupo A. Domènec Torrent não contará com Bruno Henrique, Arrascaeta e Diego Ribas. O Flamengo, que disputa a liderança com o Inter, é o atual campeão do Brasileiro e da Libertadores.

Brasileirão - 18ª rodada

Inter
Marcelo Lomba; Heitor, Zé Gabriel, Rodrigo Moledo e Uendel (Moisés); Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick e Marcos Guilherme; Thiago Galhardo e Abel Hernández. Técnico: Eduardo Coudet. 

Flamengo
Hugo, Isla, Thuler (Noga), Natan e Filipe Luís; Thiago Maia, Gerson e Arão; Everton Ribeiro, Pedro e Vitinho. Técnico: Domènec Torrent.

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Horário: 18h15min


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895