Inter encara o Deportivo Táchira para encaminhar classificação na Libertadores

Inter encara o Deportivo Táchira para encaminhar classificação na Libertadores

Além dos venezuelanos, colorados enfrentam desgaste por conta da maratona de jogos e da longa viagem

Fabrício Falkowski

Inter fez único treino no palco do jogo nesta segunda-feira

publicidade

O Deportivo Táchira é o adversário principal, mas o cansaço também estará em campo contra o Inter na noite desta terça-feira, no Estádio Pueblo Nuevo, na Venezuela. Afinal, após a goleada imposta ao Juventude, na noite de sábado, a delegação colorada viajou muito, descansou pouco e quase não treinou. A partida contra o time venezuelano vale pela quarta rodada da fase classificatória e, em caso de vitória, poderá deixar o Inter muito próximo de sua classificação às oitavas da Libertadores.

• DEPORTIVO TÁCHIRA X INTER: ACOMPANHE MINUTO A MINUTO

O périplo colorado começou horas depois da conquista da vaga para a final do Gauchão. Às 9h de domingo, os jogadores e a comissão técnica já estavam no CT Parque Gigante. De lá, seguiram até o aeroporto Salgado Filho, onde embarcaram rumo à cidade de Santo Domingo, já na Venezuela. No meio do caminho, o avião fretado que levou o time fez uma parada para reabastecimento em Manaus. Depois do desembarque em solo venezuelano, o grupo seguiu viagem de ônibus por mais uma hora até San Cristóbal, local da partida.

“A viagem foi muito cansativa, durou mais de oito horas, mas isso não é desculpa. Estamos preparados para fazer um bom jogo para levar mais uma vitória para Porto Alegre”, observou o lateral Rodinei, que, mesmo sabendo que não ficará mais no Inter após o seu período de empréstimo, tem sido um dos destaques da equipe.

Na tarde desta segunda-feira, Miguel Ángel Ramírez orientou um treino, o único antes da partida, em um campo anexo ao Estádio Pueblo Nuevo. Em tese, há poucas indefinições, mas não está descartada a hipótese de o técnico revezar alguns jogadores já pensando no primeiro jogo da decisão do Gauchão, no próximo domingo, no Beira-Rio, contra o Grêmio. Pelo menos, da viagem de regresso da Venezuela até o clássico, haverá um pouco mais de tempo para descanso.

A volta de Taison está confirmada. Ele reestreou na semana passada e impôs novo ritmo ao setor ofensivo na vitória sobre o Olimpia por 6 a 1. Ele deve atuar exatamente na mesma posição, como meia pelo lado esquerdo. O seu companheiro neste lado deve ser Maurício, já que Patrick segue recuperando-se de lesão e nem viajou. 

Na outra metade do gramado, a indefinição é sobre a presença de Palacios. O chileno viajou com a delegação, mas ainda não está completamente recuperado das dores na panturrilha que lhe tiraram de ação ainda no primeiro tempo contra o Juventude. Se ele não puder jogar, Ramírez deve escalar Yuri Alberto pelo lado, mantendo Thiago Galhardo como centroavante.

Veja Também

Copa Libertadores - 4ª rodada

Deportivo Táchira
Varela; Camacho, Lucas Trejo, Vivas e Granados; Nelson Hernández, Cova, Flores e Freddy Góndola; Lucas Gómez e Edgar Pérez. Técnico: Juan Tolismano 

Inter 
Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Mauricio, Taison e Palacios (Yuri Alberto); Thiago Galhardo. Técnico: Miguel Ángel Ramírez

Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Miguel Roldán e Richard Ortiz (ambos da Colômbia)

Local: Estádio Pueblo Novo, em San Cristóbal (VEN)
Horário: 19h15min 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895