Inter enfrenta impasse contra gramados ruins e na busca de lugar para jogar

Inter enfrenta impasse contra gramados ruins e na busca de lugar para jogar

Colorado vai manter diálogo para retomar jogos no Beira-Rio, mas estuda alternativas na Grande Porto Alegre

Por
Correio do Povo

Colorado ainda não venceu na retomada do futebol gaúcho


publicidade

O Inter segue com o problema de não ter local para jogar. Em meio às reclamações da situação dos gramados das partidas até aqui, a direção busca alternativas diante do impasse. Jogar no Beira-Rio é um sonho cada vez mais irreal diante do avanço da pandemia em Porto Alegre, embora o clube ainda não tenha abandonado a intenção de tentar convencer as autoridades.

Depois da partida contra o Esportivo, o vice-presidente de futebol, Alessandro Barcellos, defendeu um estudo sobre o impacto do futebol e suas repercussões no avanço da pandemia. “O Estado, como um todo, precisa avaliar o que aconteceu até aqui e analisar quais foram os efeitos desses jogos na saúde pública. Poderia ser liberado, por exemplo, o CT de Alvorada ou o Beira-Rio, que está do outro lado do rio onde terá uma partida”, referindo-se a Grêmio x Ypiranga, no CT do Tricolor, em Eldorado do Sul.


Na última rodada do returno, o Inter “recebe” o Aimoré, quarta-feira. O jogo não tem local definido. É possível que o Inter use o novo estádio do Cruzeiro, em Cachoeirinha. Questionado se emprestaria o CT de Eldorado ao rival, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, respondeu que sim.