Inter luta, tem gol anulado, mas perde para o Athletico-PR

Inter luta, tem gol anulado, mas perde para o Athletico-PR

Colorado chegou a quinta derrota em 13 rodadas do Campeonato Brasileiro

Correio do Povo

Inter chegou a quinta derrota em 13 rodadas do Campeonato Brasileiro

publicidade

O Inter perdeu para o Athletico-PR, por 2 a 1, neste domingo, na Arena da Baixada, e chegou à quinta derrota em 13 rodadas do Campeonato Brasileiro de 2021. Em mais uma atuação ruim, a equipe de Diego Aguirre voltou a apresentar os problemas defensivos e criou pouco ofensivamente.

O Colorado melhorou no segundo tempo, teve mais volume de jogo, e chegou a marcar em cobrança de pênalti de Edenilson, aos 20 minutos do segundo tempo, mas não conseguiu chegar ao empate. Os donos da casa passaram a marcar no campo defensivo para contra-atacar em velocidade.

Com o resultado, o Colorado segue na 13ª posição com 14 pontos. Se o Cuiabá vencer o Corinthians, na segunda-feira, na Arena Pantanal, às 20h30min, o clube mato-grossense ultrapassa a equipe de Aguirre. Da mesma forma o Juventude que recebe a Chapeconsen, no mesmo dia, mas às 18h10min no Alfredo Jaconi.

No próximo sábado, às 20h, o Inter recebe no estádio Beira-Rio o Cuiabá, em um confronto direito para se afastar da zona de rebaixamento, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Athletico-PR enfrentará o Atlético-MG, no domingo, às 16h.

Athletico-PR sai na frente e amplia nos acréscimos

A partida entre o Furacão e o Inter foi bastante parelha, com poucas chances de gols até os 22 minutos. Depois do período onde os donos da casa tomavam a iniciativa e o Colorado buscavam os contra-ataques para tentar abrir o placar, mas sem conseguir furar o bloqueio defensivo paranaense.

Na primeira oportunidade, Terans bateu de fora da área, sem marcação, e a bola passou próximo ao poste esquerdo de Daniel. A resposta veio oito minutos depois quando Edenilson cruzou da direita e Caio Vidal cabeceou. A bola passou próximo ao poste direito de Bento.

Aos 33, Nicolas cruzou da esquerda, a bola passou toda a área e sobrou para Nikão, que chutou forte e o goleiro do Inter fez uma defesa segura. Dois minutos depois, Méndez deu um passe ruim para Maurício e Cuesta fez a falta em Terans. Aos 36, o jogador do Athletico bateu no ângulo esquerdo de Daniel, que nem se mexeu.

O Inter chegou a marcar um gol com um belo chute de Caio Vidal do lado esquerdo de ataque, no ângulo esquerdo de Bento, aos 41, mas o árbitro paulista Thiago Scarascati foi chamado ao VAR e anulou o lance. Ele viu uma falta de Heitor em Vitinho. Diego Aguirre e os jogadores do Inter reclamaram muito. 

Aos 46, Moisés cruzou da esquerda, próximo a linha de fundo, para Edenilson, mas o meia bateu desequilibrado, torto e fraco, perdendo boa oportunidade para deixar tudo igual. Dois minutos depois, após cruzamento da esquerda de ataque, Cuesta afastou errado no pé de Vitinho, que chutou, a bola bateu no travessão e foi parar no fundo da rede. Athletico 2 a 0.

Edenilson desconta de pênalti

A etapa final começou com Heitor passando para Daniel, que tentou dar o chute, mas acabou dando uma rosca e a bola saiu pela linha de fundo. Aos três minutos, Boschilia chutou de fora da área e a bola foi no poste direito de Bento e a defesa afastou. Seis depois, Yuri Alberto recebeu passe na intermediária, cortou para a direita e bateu forte, mas Bento fez a defesa.

Aos 10, Nikão passou por Moisés e chutou de fora da área, a bola quicou na área e Daniel espalmou pela linha de fundo, evitando o terceiro. Cinco depois, Aguirre retirou Maurício e Caio Vidal para as entradas de Thiago Galhardo e Palácios.

O Inter diminuiu aos 20 em cobrança de penalidade máxima de Edenilson. O cobrador colorado bateu a meia altura, mas próximo ao poste esquerdo de Bento. Nove minutos depois, Aguirre retirou Boschilia e colocou Juan Cuesta.

Aos 34, Palácios fez rápida jogada pela direita e cruzou rasteiro na frente de Bento. Thiago Galhardo chegou a se lançar na direção da bola, mas não conseguiu chegar a tempo. Aos 40, Vinícius Mello entrou na vaga de Yuri Alberto.

Nem mesmo a equipe com quatro atacantes conseguiu furar o bloqueio defensivo dos donos da casa e o jogo terminou com nova derrota do Colorado.

Campeonato Brasileiro - 13ª rodada

Athletico-PR (2)
Bento; Marcinho (Khellven), Paulo Henrique, Tiago Heleno e Nicolas; Christian (Erick), Leo Citadini, Terans (Fernando Canesin) e Nikão; Vitinho e Matheus Babi (Renato Kayzer). Técnico: António Oliveira.

Inter (1)
Daniel; Heitor, Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson, Boschilia (Juan Cuesta), Maurício (Thiago Galhardo), Caio Vidal (Palácios); Yuri Alberto (Vinícius Mello). Técnico: Diego Aguirre.

Gols: Terans (36min/1°T) e Vitinho (48min/1°T) & Edenilson (20min/2°T)
Cartões amarelos: Bento, Renato Kayzer, Matheus Babi e Vitinho (A) e Diego Aguirre, Yuri Alberto (3°), Thiago Galhardo (3°) e Boschilia (I)
Cartões vermelhos: -

Árbitro: Thiago Scarascati (SP).
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP).
Árbitro do Var: José Cláudio Rocha Filho (SP).

Local: Arena da Baixada, em Coritiba (PR).

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895