Inter marca no início e vence o Sport por 1 a 0 na Ilha do Retiro

Inter marca no início e vence o Sport por 1 a 0 na Ilha do Retiro

Patrick anotou logo aos três minutos e garantiu vitória em jogo isolado da 20ª rodada nesta segunda-feira

Nicholas Lyra

Patrick marcou em vitória do Inter sobre o Sport

publicidade

Com direito a gol relâmpago, parecia que o Inter iria construir um placar confortável nesta segunda-feira na Ilha do Retiro. A realidade foi mais sofrida e a equipe do técnico Diego Aguirre ainda sofreu sustos no fim. Apesar disso, segurou a importante vitória fora de casa sobre o Sport, por 1 a 0, fechando a 20ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o colorado ganhou três posições na rodada, subindo para a 9º, com 26 pontos conquistados. 

O único gol da partida foi marcado logo aos três minutos. Patrick recebeu passe de Yuri Alberto e, livre, empurrou para as redes e definiu o placar. Agora, o Inter volta a campo pelo Brasileirão para enfrentar o Fortaleza, no domingo, às 11h. A partida, válida pela 21ª rodada, acontece no Beira-Rio.

Arrancada fulminante

O lateral Saravia voltou ao time depois da artroscopia no joelho. No lugar de Rodrigo Dourado, suspenso, havia a expectativa pela escalação de Johnny. No entanto, Rodrigo Lindoso iniciou. Taison, sem condições de jogo, ficou fora da partida. Edenilson, por outro lado, voltou após servir à Seleção Brasileira.

Em um começo avassalador, o Inter chegou ao gol logo na primeira descida, pelo lado direito. Com mérito de Yuri Alberto, que se deslocou, e saiu do comando de ataque para receber. Da linha de fundo, cruzou rasteiro para Patrick. Pisando na área, só empurrou para o gol vazio, colocando o colorado em vantagem aos 3 minutos.

O Inter optou por, mesmo à frente no placar, manter a marcação alta, no campo de defesa adversário. O Sport, por sua vez, esbarrava muito nas suas limitações técnicas. As chegadas se resumiam a cruzamentos das alas, todas neutralizadas pelo goleiro Daniel.

Foi de uma jogada pelas pontas que saiu o único lance perigoso em favor do Sport no primeiro tempo. Aos 41, Mikael ganhou da marcação pela direita, e tentou cruzamento. A bola pegou efeito e caiu perigosamente no travessão do goleiro Daniel. Para a sorte do Inter, ela saiu pela linha de fundo e garantiu a vantagem ao intervalo.

Time cai de produção no segundo tempo 

As duas equipes mexeram para a segunda etapa. No Inter, Caio Vidal, apagado nos 45 minutos, deixou o campo para a entrada do peruano Paolo Guerrero. Já no Sport, Sabino deixou o campo sentindo dores. No lugar dele, veio Paulinho Moccelin.

Pelo menos nos primeiros minutos, no entanto, apenas a alteração do Sport funcionou. Paulinho Moccelin conseguiu explorar a velocidade para levar os donos da casa à frente, enquanto o Inter não voltou bem do intervalo, sofrendo um pouco mais na marcação.

Vivendo o melhor momento e desperdiçando boa chance de empatar aos 17, o Sport cresceu na partida. Aguirre respondeu com troca para reforçar a marcação. Sacou Mauricio para a entrada de Johnny.

 Apesar de cair de produção e chamar o Sport ao seu campo, o Inter encontrou espaço para o contra-ataque. Aos 28, em um lance de três contra um, Guerrero recebeu na cara do gol. Disciplicente, o centroavante bateu fraco, deixando de matar o jogo para o Inter.

A resposta veio no lance seguinte e, por pouco, não houve o castigo. Sander cruzou, e Mikael venceu a defesa do Inter. Ele cabeceou para o chão, obrigando Daniel a fazer uma defesa difícil para evitar o empate dos mandantes.

O Inter seguiu até o fim do jogo correndo riscos. Aos 36, por muito pouco, não sofreu o empate. Santiago Tréllez pegou de primeira o cruzamento vindo da direita e, em um belo lance, viu ela bater na trave de Daniel. Assim, com direito a sustos, o colorado segurou a vitória por 1 a 0 para ganhar fôlego na luta pela parte de cima da tabela do Brasileirão.

Campeonato Brasileiro - 20ª rodada

Sport 0

Mailson; Sabino (Paulinho Moccelin), Rafael Thyere e Chico; Hayner, Sander, José Welison (Trellez), Marcão e Everton Felipe (Everaldo); Mikael e André (Thiago Neves). Técnico: Gustavo Florentín

Inter 1 

Daniel; Saravia, Bruno Mendez, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick, Caio Vidal (Guerrero) e Mauricio (Johnny); Yuri Alberto (Heitor). Técnico: Diego Aguirre

Gols: Patrick (3/1T)

Cartões amarelos: Sander, Gustavo Florentin, André, Hayner (Sport); Yuri Alberto (Inter)

Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro 

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)

Data e hora: 13/09, às 20h 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895