Inter nega enfaticamente proposta por Daniel Alves

Inter nega enfaticamente proposta por Daniel Alves

Direção do Inter desmente veementemente rumores de interesse e proposta pelo lateral-direito

Fabricio Falkowski

Lateral deixou o São Paulo por problemas salariais

publicidade

Daniel Alves está livre no mercado desde que o São Paulo rescindiu o seu contrato, há uma semana. Como só tem seis partidas jogadas no Campeonato Brasileiro, pode escolher uma outra equipe para encerrar a competição. Interessados, a princípio, não faltam. Flamengo, Atlético Mineiro e Fluminense seriam alguns deles. O Inter, também, segundo informações vazadas em São Paulo. Os dirigentes colorados, entretanto, negam com veemência qualquer tentativa de contratar o lateral-direito. 

Em tese, o Beira-Rio seria um lugar recomendável para Daniel Alves, 38 anos, dar prosseguimento na sua carreira. Como Renzo Saravia só tem contrato até dezembro e o vínculo dificilmente será renovado pelo Porto (dono dos direitos), Daniel assumiria, mais cedo ou mais tarde, a titularidade sem muita concorrência. Com a camisa colorada, teria a oportunidade de manter-se competindo em alto nível e ser convocado para a Copa do Mundo do Catar, no final do ano que vem, que é o seu grande objetivo neste momento.

Para o Inter, contudo, o negócio parece não se encaixar. Daniel Alves é um jogador caro e experiente. Apesar de ainda estar em plena forma física, demonstrada quando liderou o time olímpico do Brasil na conquista da medalha de ouro em Tóquio, há um mês, ele barraria a ascensão de jogadores das categorias de base, que é uma bandeira de campanha do presidente Alessandro Barcellos, como Heitor.

A contratação de um jogador como Daniel Alves iria na contramão daquilo que os dirigentes, entre os quais o próprio presidente, pregam como necessário para o saneamento financeiro do clube. Na noite de segunda, o vice de futebol, Emílio Papaléo Zin, elogiou as qualidades de Daniel Alves, mas negou interesse do Inter em sua contratação. 

Desde o início da temporada, o Inter mandou mais de duas dezenas de jogadores embora. Assim, conseguiu diminuir drasticamente a sua folha de pagamentos. Mesmo assim, em entrevista recente, Barcellos confirmou que o clube ainda atravessa enormes problemas financeiros e que a meta é encerrar o ano com déficit perto de zero e sem pendências com os jogadores. Até agora, o objetivo vem sendo cumprido. 

No São Paulo, Daniel Alves, considerado o jogador com currículo mais vitorioso do futebol mundial, tinha salário de R$ 1,5 milhão por mês. Nos últimos meses, recebia apenas um terço deste valor devido às dificuldades financeiras vividas pelo clube do Morumbi. Para rescindir o contrato do lateral, que iria até dezembro de 2022, os dirigentes propuseram o parcelamento da dívida de cerca de R$ 15 milhões para pagamento ao longo de 5 anos. Para jogar em qualquer outro clube, inclusive no Inter, ele teria que aceitar um considerável rebaixamento salarial.

O prazo para a inscrição de jogadores no Campeonato Brasileiro se encerra na sexta-feira. Portanto, se ficar no Brasil, Daniel Alves tem que definir o seu futuro ainda nesta semana.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895