Inter perde para a Chapecoense na estreia no Brasileirão
capa

Inter perde para a Chapecoense na estreia no Brasileirão

Everaldo, ex-Grêmio, marcou os dois gols do jogo, o primeiro de pênalti com o auxílio do VAR

Por
Correio do Povo

Colorado insistiu até o final, mas não teve forças para virar contra a Chapecoense, na Arena Condá

publicidade

O Inter estreou no Campeonato Brasileiro com derrota. Levou 2 a 0 da Chapecoense, na Arena Condá, na noite deste sábado. Os gols foram marcados por Everaldo. Um deles de pênalti confirmado pelo uso do VAR. Em uma cobrança de falta, a bola bateu na mão de Emerson Santos e o árbitro Raphael Claus pediu o auxílio da tecnologia. Na final da segunda etapa, o ex-jogador do Grêmio, ampliou.

Primeiro gol sofrido foi com o VAR

O jogo iniciou em alta velocidade, com as equipes buscando as laterais, mesmo com algumas poças, para chegar até a área adversária e cruzar. Com o gramado encharcado, muitos lançamentos foram feitos e Emerson Santos se destacou fazendo bons passes em profundidade pela esquerda de ataque. Aos sete minutos, Alan Ruschel bateu de longe e Lomba fez excelente defesa. Dois minutos depois, Neilton chutou no ângulo direito de Tiepo, que espalmou pela linha de fundo.

A partir dos 30 minutos o Inter passou a ter maior presença no campo ofensivo, mas sem criar oportunidades. Aos 42, em uma cobrança de falta pela direita, Douglas desviou de cabeça e a bola bateu no braço esquerdo de Emerson Santos. O árbitro marcou pênalti com auxílio do VAR e, quatro minutos depois, Everaldo cobrou forte, à meia altura, no lado direito de Marcelo Lomba, que foi na bola, mas não alcançou.

Everaldo “dança com Moledo” e amplia

Com os dois times retornando iguais para o segundo tempo, o time catarinense levou perigo aos dois minutos com um chute de Márcio Araújo, que passou rente ao poste direito de Lomba. Quatro depois, Tiepo salvou os donos da casa. Após cobrança de falta pela direita, Lindoso cabeceou e o goleiro espalmou e, no rebote, Emerson Santos chutou forte e o goleiro da Chape fez nova defesa.

O Inter insistiu, teve algumas oportunidades, mas não conseguiu empatar. Num contra-ataque, aos 42, Everaldo recebeu passe na marca do pênalti, "tirou Moledo para dançar" e bateu no canto inferior esquerdo de Lomba dando números finais ao jogo. Antes do apito final, a torcida local ainda cantou: “1, 2, 3, o Inter é freguês”, em referência as dificuldades que o Colorado tem atuando em Chapecó.

Confira todos os lances do jogo 

Na próxima quarta-feira, feriado do dia do Trabalho, o Inter recebe o Flamengo, no estádio Beira-Rio, às 16h, pela segunda rodada do Brasileirão. No mesmo dia e horário, a Chapecoense vai ao Itaquerão enfrentar o Corinthians.

Brasileirão - 1ª Rodada 

Chapecoense (2)
Giovanni Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Alan Ruschel (Aylon); Bruno Pacheco, Márcio Araújo, Campanharo (Amaral), Diego Torres e Régis (Renato); Everaldo.
Técnico: Ney Franco.

Inter (0)
Marcelo Lomba; Bruno, Emerson Santos, Roberto e Uendel, Rodrigo Lindoso, Nonato, Camilo (Jonathan Álvez) e Neilton; Pottker (Sarrafiore) e Rafael Sobis.
Técnico: Odair Hellmann.

Gols: Everaldo (46min/1ºT e 42min/2ºT)
Cartões amarelos: Douglas (C)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Local: Arena Condá, Chapecó