Inter registra déficit de R$ 96,4 milhões nos primeiros sete meses de 2020

Inter registra déficit de R$ 96,4 milhões nos primeiros sete meses de 2020

Valor foi divulgado pelo clube no Portal da Transparência, após ser apresentado ao Conselho Deliberativo

Correio do Povo

Só a negociação de Bruno Fuchs para o CSKA injetou cerca de R$ 50 milhões nos cofres

publicidade

Já era um número esperado, mesmo assim, não deixa de ser chocante: o Inter teve déficit de R$ 96,4 milhões nos primeiros sete meses de 2020. O valor foi divulgado pelo clube no Portal da Transparência, após ser apresentado ao Conselho Deliberativo. 

O resultado, extremamente negativo, reflete os quatro meses nos quais todas as competições estiveram paralisadas. Neste período, houve corte em praticamente todas as principais fontes de receitas do clube, sem que as despesas pudessem ser cortadas na mesma medida. 

Segundo os dirigentes consultados pelo CP, a tendência é que o déficit diminua nos próximos meses devido à entrada de valores antes represados, como os das cotas de televisionamento dos torneios, além dos recursos amealhados com a venda de jogadores. Só a negociação de Bruno Fuchs para o CSKA injetou cerca de R$ 50 milhões nos cofres. Mesmo assim, tudo indica que o Inter terá um déficit histórico em 2020.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895