Inter sofre gol no início e perde para o Atlético-MG no Beira-Rio

Inter sofre gol no início e perde para o Atlético-MG no Beira-Rio

Nathan, no primeiro minuto, definiu vitória do Galo; partida foi marcada por lesões de Taison e Cuesta

Correio do Povo

Inter sofreu gol no início e não conseguiu reagir

publicidade

Ainda com Osmar Loss como técnico interino, o Inter voltou a sofrer com uma má atuação. Com direito a gol relâmpago e sem encontrar soluções ofensivas, foi derrotado pelo Atlético-MG por 1 a 0 no Beira-Rio, na noite desta quarta-feira. Com o resultado, a equipe segue com apenas uma vitória na competição.

O único gol da partida foi marcado no início do jogo. Com apenas 1 minuto, Nathan marcou e definiu a vitória do Atlético-MG. A equipe sofreu, ainda, com as lesões de Taison e Cuesta no segundo tempo. 

O Inter volta a campo para enfrentar o Ceará, no domingo, às 16h. A partida, válida pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro também acontece no Beira-Rio.

Inter sofre gol relâmpago 

Novamente com Osmar Loss, já que o Inter ainda busca um treinador, a equipe foi a campo modificada. Na lateral direita, Heitor entrou no lugar de Saravia, diagnosticado com Covid-19. Na defesa, Zé Gabriel apareceu ao lado de Cuesta, por conta de mais uma expulsão de Lucas Ribeiro diante do Bahia. No ataque, a dupla foi formada por Galhardo e Yuri Alberto. 

O começo do Atlético-MG foi fulminante no Beira-Rio. Adiantou a marcação e, no primeiro minuto, roubou a bola. Hulk, na base da força física, reteve a bola e achou belo passe para Nathan, pelo corredor central. Saiu na cara de Daniel e fuzilou sem chances para o goleiro do Inter, abrindo o placar para o Galo.

O Inter ainda teve dificuldades para se encontrar nos minutos iniciais. Já o Galo, com a vantagem, encontrou mais espaço para explorar as laterais em velocidade, uma característica desta equipe de Cuca. Arana e Guga, bastante acionados, deram trabalho a Moisés e Heitor com suas descidas.

Aos 35, a melhor chance do Inter. Thiago Galhado recebeu cruzamento da esquerda e, de calcanhar, achou Edenilson bem posicionado dentro da área. Ele bateu e, por pouco, não igualou o marcador. No entanto, foi a única grande oportunidade. O Inter enfrentou problemas para infiltrar ao longo de toda a etapa inicial, com o Galo ensaiando jogadas em velocidade por contra-ataque. Apesar de explorar os caminhos, também não conseguiu criar chances claras. Assim, a partida foi ao intervalo em 1 a 0 para o Atlético-MG. 

Inter sofre com lesões no segundo tempo

Logo aos 5 minutos, a situação ficou ainda pior para o Inter. O destaque das últimas partidas, Taison, sentiu. Ele levou a mão ao posterior da coxa direita e caiu com dores. Não conseguiu seguir na partida e, para o lugar dele, Osmar Loss optou por Mauricio.

Mesmo na adversidade, a primeira chance de marcar na etapa final foi colorada. Após erro do sistema defensivo, com passe errado de Rever, o atacante Thiago Galhardo saiu na cara do gol. Ele driblou o goleiro Everson, mas esticou demais, a tempo de Arana fazer a cobertura e a bola sair em tiro de meta.

O Inter seguiu com mais presença ofensiva no início do segundo tempo. Yuri Alberto, pela direita, achou bom passe de calcanhar para Galhardo. Ele cruzou rasteiro, e Mauricio apareceu de carrinho para complementar no segundo pau. No entanto, a bola subiu e passou sobre o travessão de Everson, desperdiçando grande chance.

Aos 30, o Inter voltou a sofrer com a lesão de um jogador importante. O zagueiro Victor Cuesta sentiu e, mesmo após tentar, não conseguiu voltar para a partida. No lugar dele, Osmar Loss optou pela improvisação de Rodrigo Dourado na função.

Desfigurado e atrás no placar, o Inter não conseguiu encontrar soluções ofensivas. Na base do abafa, ensaiou pressão final. O Atlético-MG, no entanto, resistiu com maturidade e soube controlar a partida até sair do Beira-Rio com mais uma vitória na competição. Já o Inter, por sua vez, segue com apenas um triunfo no Brasileirão. 

Veja Também

Campeonato Brasileiro - 4ª rodada

Inter 0 
Daniel; Heitor, Cuesta (Dourado), Zé Gabriel e Moisés; Johnny (Lindoso), Edenilson, Patrick e Taison (Mauricio); Thiago Galhardo (Caio Vidal) e Yuri Alberto (Vinicius Mello). Técnico: Osmar Loss

Atlético-MG 1
Everson; Guga, Gabriel, Rever e Arana; Allan, Jair (Borrero), Tchê Tchê, Natan (Dodô) (Marrony) e Hyoran (Keno); Hulk. Técnico: Cuca

Gols: Nathan (1/1T)
Cartões amarelos: Yuri Alberto, Cuesta e Danilo Fernandes (Inter); Guilherme Arana (Atlético-MG)
Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895