Inter trata a contratação de centroavante como prioridade na janela de transferências

Inter trata a contratação de centroavante como prioridade na janela de transferências

Retorno de Yuri Alberto a partir de liberação da Fifa é uma possibilidade remota

Fabrício Falkowski

Wesley Moraes tem poucas chances de ser aproveitado com Mano Menezes

publicidade

A janela de transferências para o futebol brasileiro reabre, oficialmente, somente no dia 18 de julho, mas as movimentações nos bastidores não param. Em busca de um título que encerre um jejum que já dura mais de seis anos, o Inter estabeleceu como prioridade para o segundo semestre a contratação de um centroavante, embora outras posições também possam ser reforçadas.

A confirmação por parte da Fifa de que jogadores que estiverem atualmente no futebol da Rússia ou da Ucrânia poderão celebrar contratos com outros clubes até junho de 2023 é um importante ingrediente da equação que envolve dinheiro, tempo e oportunidades.

Pelo menos, a notícia desfralda um novo cenário. Neste ano, o clube já anunciou 14 reforços, mas não poupará esforços para trazer pelo menos mais um. Destes 14, cinco vieram da região conflagrada pela guerra, em condições bastante especiais. Por isso, mais uma vez, os dirigentes colorados estão de olho nas possibilidades daquele mercado.

Veja Também

Desde a saída de Yuri Alberto, vendido ao Zenit da Rússia, em janeiro, por 25 milhões de euros, o time colorado vive, de fato, sem centroavante. Wesley Moraes, trazido do futebol inglês no início do ano, fracassou. Esteve em campo 18 vezes, mas marcou só dois gols – um cobrando pênalti. Neste momento, treina sem qualquer chance de ser utilizado por Mano Menezes, que viu no centroavante um certo descomprometimento. A ideia é negociá-lo, desde que apareça um clube interessado. Assim, o Inter se livraria pelo menos do pagamento dos salários até o final do ano.

Depois, veio Alexandre Alemão, que pertencia ao Avaí e destacou-se no Gauchão defendendo as cores do Novo Hamburgo. Após um início promissor no Inter, quando marcou três gols em três jogos consecutivos, seu rendimento caiu. Perdeu a posição para David e não balançou mais as redes. Agora, tudo indica que deve receber mais uma chance, já que o titular cumprirá suspensão contra o Coritiba, nesta sexta-feira, no Beira-Rio.

Uma possível volta de Yuri Alberto foi muito comentada por torcedores durante o dia de ontem. Porém, os dirigentes tratam essa possibilidade como remotíssima. Apesar de ter dado declarações no sentido de “um dia” voltar a camisa do Inter, o centroavante está bem adaptado ao Zenit, onde é titular e já virou um dos ídolos da torcida. É claro que pelo menos uma ligação ele receberá dos dirigentes.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895