Inter vê Gre-Nal importante "para a história"

Inter vê Gre-Nal importante "para a história"

Sem mencionar situação do rival, colorados demonstram preparação especial e comemoram aumento do público liberado

Correio do Povo

Inter vê Gre-Nal importante "para a história"

publicidade

O Inter poupou jogadores contra o São Paulo e está treinando a semana inteira focado no Gre-Nal de sábado, no BeiraRio, diante de 25 mil colorados. No discurso, o clube tenta tratar o jogo como apenas mais um compromisso pelo Campeonato Brasileiro, com a intenção de tirar peso do clássico, e sem mencionar a situação dramática do rival. Porém, o passar dos dias segue mostrando a relevância da partida para os colorados.

“É uma semana importantíssima, de treino, de Gre-Nal. Todo mundo sabe que o clássico é importante não só para a tabela, mas também para o clube, para a torcida e para a história”, disse ontem o zagueiro Bruno Méndez, que voltou de lesão recentemente, jogou contra o São Paulo e está confirmado no time para sábado.

Apesar da pouca experiência no clássico, o uruguaio já entendeu o clima da semana Gre-Nal. “É um jogo diferente, vai ser meu segundo Gre-Nal. Tem que jogar mais de 100%, deixar muita coisa mais, não só a condição técnica, não só qualidade, é mais coração, mais sacrifício, é jogar como um time”, afirmou. “Com a torcida vai ser diferente, é um jogador a mais”, acredita.

Após uma folga na terça-feira, o time voltou aos treinos ontem. Yuri Alberto, Moisés e Daniel seguem fazendo tratamento e são dúvidas – o clube continua sem divulgar atualizações médicas. Yuri deve voltar, pois teve apenas um “desconforto” no tornozelo, assim como Taison, que foi poupado por “desgaste muscular”. Patrick e Dourado cumpriram suspensão e estão à disposição.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895