Inter vive semana para entrar na disputa pelo título do Brasileirão
capa

Inter vive semana para entrar na disputa pelo título do Brasileirão

Colorado irá encarar o Flamengo nesta quarta e o Palmeiras, no domingo

Por
Correio do Povo

Inter realizará treinamento nesta terça antes da viagem para o Rio de Janeiro

publicidade

Após a forte pancada recebida na semana passada, com a perda de um título em casa, o Inter tem a chance de se reerguer e ingressar na briga por outra conquista. Seria ainda mais difícil que a final da Copa do Brasil, é claro. Porém, a tabela do Brasileirão coloca o Inter frente à frente com os principais candidatos ao troféu: o Flamengo, amanhã, e o Palmeiras, domingo.

No momento, o Inter é o quarto colocado, a nove pontos do Flamengo, seis do Palmeiras e um do Santos. Ganhando desses rivais, encurtaria bastante a distância e entraria de vez na disputa por um título que já chegou a parecer descartado quando o time dava mais atenção à Libertadores e à Copa do Brasil.

Recém-aliviado com a vitória sobre a Chapecoense, no último domingo, o técnico Odair Hellmann não quis elevar demais a importância dessas duas partidas. “Faltam 18 jogos. Não adianta ganhar esse (contra o Flamengo) e perder os outros 17”, argumentou. Da mesma forma, o vice de futebol Roberto Melo acredita que, ainda que não ganhe dos líderes, o Inter seguirá com chances no Brasileirão. “Restam muitos pontos em disputa, já vi muito campeonato mudar. Tem que brigar para vencer contra adversários diretos, mas o importante é que temos feito bons jogos, isso devolve a confiança”, afirmou o dirigente.

De fato, apesar das duras derrotas nas copas, o Inter está em um bom momento no Brasileirão. Foram quatro vitórias nos últimos quatro jogos. Chegou a hora de testar essa sequência contra o melhor time do campeonato, que há um mês eliminou os colorados da Libertadores. Odair falou em “criar situações” para dificultar a vida do Flamengo no Maracanã, o que leva a crer que ele deve fazer alterações.

D’Alessandro não treinou ontem e seguirá fora por lesão muscular, deixando a equipe sem um armador de ofício. Quem cresce na concorrência pela vaga, que nas últimas duas partidas foi de Wellington Silva, é Neilton, que vem de duas boas atuações. “Ele já havia dado boa resposta contra o Atlético (Mineiro). Buscamos a variação com ele”, comentou o técnico. Sarrafiore, outro candidato, está evoluindo “degrau por degrau”, nas palavras de Odair, que não parece considerá-lo pronto.

Retornos 

Por outro lado, as boas notícias foram os retornos de Nonato e Rafael Sobis, que haviam sido vetados no último domingo. Odair preparará o time em um treino fechado hoje de manhã, antes da viagem ao Rio de Janeiro. O clube anunciou ontem a compra dos direitos de Nonato, que estava emprestado do São Caetano até março de 2020. O novo vínculo vai até dezembro de 2023. Especula-se que o valor pago por 50% dos direitos tenha sido de R$ 2,5 milhões.

O clube também se manifestou ontem sobre os tumultos ocorridos no Beira-Rio na final da Copa do Brasil. Vídeos que identificam os responsáveis por depredações como o sinalizador que causou um princípio de incêndio no Portão 7 foram encaminhados à Polícia. O Inter está trabalhando também para coibir revendas e aluguel de carteiras de sócio a terceiros.