Jogadores do Inter frisam importância de paralisação por saúde de atletas e torcida
capa

Jogadores do Inter frisam importância de paralisação por saúde de atletas e torcida

Destaque da partida, Nonato destacou vontade de jogar, mas necessidade de evitar algo "muito sério" com coronavírus

Por
Correio do Povo

Volante anotou dois gols e participou dos outros dois

publicidade

Após a goleada do Inter por 4 a 1 contra o São José com portões fechados, os jogadores não deixaram de se manifestar sobre a possível paralisação do campeonato. Por conta do coronavírus, os atletas ressaltaram a importância de priorizar a saúde em meio a pandemia, que já paralisou eventos esportivos em todo o planeta.

Nonato, autor de dois gols e com participação nos outros dois, destacou que todo jogador quer estar em campo, mas frisou que é consenso entre os atletas a necessidade de paralisar as competições por algo "muito sério" como o coronavírus. "Ainda é pouco aqui no Rio Grande do Sul, mas precisa parar para não virar algo pior. Vamos ver o que será decidido pela Federação", destacou, citando a reunião de segunda-feira, às 10h, que pode interromper o campeonato.

Autor do gol de pênalti, Thiago Galhardo citou os treinos intensos nas cobranças para marcar em todas as oportunidades que teve ao bater na temporada de 2020. "Fico feliz em ajudar. Agora não sabemos como vai ser por conta da pandemia. Temos que conscientizar a todos. Não apenas a gente corre risco. Temos que poupar a torcida e os atletas para não acontecer coisas piores", alertou.

O volante Rodrigo Lindoso também destacou a importância do público por conta da "paixão pelo esporte" de todos os envolvidos com o futebol. "Sem dúvida precisamos pensar na saúde dos atletas, torcedores e todos que se envolvem", resumiu.

O Inter aguarda a decisão da Federação Gaúcha de Futebol para saber quando retornará a campo. A princípio, tem clássico Gre-Nal marcado para o próximo sábado, às 19h, válido pela quarta rodada do returno. No entanto, a tendência é que a partida não seja realizada.