Jogadores do Inter realizam primeiro treino após parada para pandemia

Jogadores do Inter realizam primeiro treino após parada para pandemia

Colorado foi o primeiro clube da Série A a voltar aos treinos

Correio do Povo

D'Alessandro limpa o colchonete com um líquido para evitar a contaminação da Covid-19

publicidade

O Inter foi o primeiro clube da Série A a retomar as atividades que estavam paralisadas há 49 dias devido a pandemia da Covid-19. Os jogadores realizaram na manhã desta terça-feira a primeira atividade física após o retorno. O trabalho foi físico e com os cuidados necessários para evitar uma propagação do novo coronavírus.

De acordo imagens divulgadas pelo clube nas redes sociais, foi possível ver que os trabalhos foram individualizados e com espaços delimitados por fitas, para evitar que outro companheiro entre no espaço de dois metros necessário para a não ampliação da pandemia.

Jogadores passaram por avaliação médica, com testagem da temperatura corporal e outros dados para saber a situação de saúde de cada um. D’Alessandro aparece em uma imagem limpando um colchonete do tipo utilizado em academias, que servem para realizar exercícios deitados, com um frasco com um líquido.

“Montamos um protocolo baseado na segurança de saúde dos atletas. Armamos tendas ao ar livre, onde fazem a avaliação médica na busca por sintomas. Ontem, todos foram avaliados para sorologia do Covid-19. Avaliamos também temperatura e oximetria. Será uma prática diária, buscando controlar de perto a saúde dos atletas e visando ter uma atitude ágil, caso haja necessidade”, explica o médico Luiz Crescente, Coordenador de Saúde.

Em outra foto, um integrante da comissão técnica usa um produto para limpar uma barra com anilhas. Após o treino, os atletas foram direto para suas residências, sem usar o vestiário para tomar banho e desta forma evitar a aproximação com colegas.

“O que estamos proporcionando aos jogadores é que possam vir ao clube para exercer a sua atividade profissional. Com todos os controles e precauções, proporcionamos a eles que possam trabalhar ao ar livre, não só para realizar uma atividade física, mas também para a saúde mental”, destaca Crescente.

O acesso ao CT Parque Gigante é controlado e restrito aos funcionários, reduzindo ao máximo o fluxo de pessoas. As atividades são fechadas para a imprensa e público em geral. 

Ainda não há a confirmação de quando ocorrerão outros treinos. Também não há a data confirmada para a volta do futebol no Rio Grande do Sul. Nesta terça-feira, o presidente da Federação Gaúcha de Futebol apresentará o plano de retomada do estadual para o governador Eduardo Leite. Ele deve ser concluído no mês de junho.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895