Jogadores do Inter reclamam de cera do Vasco e criticam arbitragem
capa

Jogadores do Inter reclamam de cera do Vasco e criticam arbitragem

Colorados admitem descuido no primeiro tempo, mas creditam derrota à falta de bola rolando

Por
Correio do Povo

Emerson Santos fez gol, mas também tomou amarelo que vale suspensão

publicidade

Os jogadores do Inter ficaram indignados com a resposta do árbitro Heber Roberto Lopes ao que classificaram de "cera" do Vasco, na derrota desta sexta-feira. "O Vasco fez cera o tempo todo", bradou o goleiro Marcelo Lomba.

Para o arqueiro colorado, o juiz também foi "caseiro" nas suas decisões. "Toda hora estava dando lances a favor do Vasco", reforçou. No final, ele ainda criticou a falta de acréscimos na partida. "Não tem bola para jogar e ele não dá acréscimo. Fica muito difícil", lamentou.

O zagueiro Emerson Santos foi cobrar o tempo, depois do apito final, e acabou punido. Recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso na próxima rodada. "Ele deu cinco minutos e o Vasco ficou caindo o tempo todo. Ele disse que ia acrescentar, mas deu apenas mais um", comentou o defensor.

Sobre a partida, Rafael Sobis creditou a derrota a descuidos e à atitude de Heber. "O jogo estava controlado, no primeiro gol o cara chutou mal e deu certo. No segundo teve rebote. Foram três minutos que dormimos", citou. "No segundo tempo tivemos chances, e um juiz difícil."