Mandato presidencial no Inter passa a ser de três anos
capa

Mandato presidencial no Inter passa a ser de três anos

Alteração no estatuto do clube foi aprovada nesse domingo pelos associados

Por
Correio do Povo

Mandato presidencial no Inter passa a ser de três anos

publicidade

O próximo presidente do Inter terá mandato de três anos, um a mais que Marcelo Medeiros e seus antecessores. Essa foi uma das principais alterações no estatuto do clube aprovadas pelos associados, apesar da baixíssima participação na votação finalizada ontem.

Além do aumento do tempo de gestão do presidente e do Conselho de Gestão, também entra em vigor uma cláusula de barreira “flutuante”, que varia conforme o número de sócios votantes nas eleições do clube. 

O mandato dos conselheiros também aumenta, neste caso de quatro para seis anos. Apesar de o Inter possuir mais de 100 mil sócios, apenas 2.207 participaram da votação, que foi presencial ou a distância, pela Internet. A reforma estatutária tramitou durante vários meses e já tinha sido aprovada, por unanimidade, pelo Conselho Deliberativo, em reunião realizada em novembro.