Matheus Jussa refuta racismo de frase dita a Luiz Adriano

Matheus Jussa refuta racismo de frase dita a Luiz Adriano

Defensor do Inter pediu para atacante rival “honrar a sua cor” no fim da partida

Correio do Povo

Matheus Jussa e Luiz Adriano se estranharam no fim da partida em São Paulo

publicidade

Os minutos finais de Palmeiras e Inter na noite dessa quarta-feira, além do gol, reservaram uma forte discussão entre o defensor colorado Matheus Jussa e o atacante palmeirense Luiz Adriano. Em determinado momento, uma fala do jogador do clube gaúcho acabou vazando: “Honre sua cor”.

Horas após a partida, Jussa foi às redes sociais explicar a situação. Ele negou que a frase tenha algum contexto racista. Para ele, “ser negro não é ofensa, é orgulho”. O jogador do Inter afirmou que havia considerado o desentendimento algo normal do decorrer do jogo, não relacionado ao gol do palmeirense, marcado havia pouco. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nota de esclarecimento: Estou batalhando a anos para mostrar o meu trabalho e jamais entraria em um conflito para me promover!! No empate contra o palmeiras essa noite, houve uma tensão no jogo e no meio desse desentendimento comum, eu me referi a ele dizendo “ O que foi negrão ?“ (ONDE PRA MIM é natural), e ele questionou como se tivesse o ofendido. Então, pedi a ele que honrasse a nossa cor conforme foi aberto no áudio em que estou dizendo “ honre sua cor rapaz “. Com pesar afirmo que, ser negro não é uma ofensa, é orgulho! ✊🏾 Ser chamado negrão por um companheiro em campo nunca foi uma ofensa e nunca será! Deixo claro que, em nenhum momento toda a situação ocorreu por conta do gol sofrido. Obrigado a todos os torcedores do Internacional pelo apoio.

Uma publicação compartilhada por Matheus Isaias (@matheusjussa) em


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895