Medina prega "concorrência interna" como forma de trazer melhores resultados para o Inter
patrocinado por

Medina prega "concorrência interna" como forma de trazer melhores resultados para o Inter

Time gaúcho tem como objetivos criar uma equipe competitiva e voltar a ganhar títulos

Fabrício Falkowski

Medina concedeu primeira coletiva nessa sexta-feira

publicidade

Novo técnico do Inter, Alexander Cacique Medina concedeu sua primeira entrevista coletiva nessa sexta-feira e disse esperar por mais reforços ao passo que pretende impor uma “concorrência interna” entre os jogadores para aumentar a competitividade da equipe. “Cada treinador tem ferramentas diferentes para convencer o jogador. Trabalho de campo, vídeos, conversas táticas, técnicas para rapidamente apresentar a eles uma forma de jogar. Temos que otimizar o tempo que temos, que não é muito. Será importante que, desde o primeiro dia, os jogadores visualizem e já projetem a forma de jogar que queremos implementar. Assim, ganhamos tempo”, disse.

O tempo de Medina realmente é escasso, inversamente proporcional aos objetivos do Inter na temporada, que quer, além de ter um time competitivo, voltar a conquistar títulos. O treinador fez o trabalho de casa. Antes de vir para Porto Alegre, conversou com Guiñazu, que trabalhou com ele no Talleres, da Argentina, para conhecer melhor o Inter. Depois, desde que foi confirmado no cargo, há uma semana, assistiu, junto com os quatro auxiliares que o acompanham, aos vídeos de mais de 40 partidas do Inter disputadas na última temporada. Tudo isso para analisar o plantel que está no Beira-Rio e confirmar quais são as carências que precisam ser sanadas por contratações.

Veja Também

“Cada vez que chegamos a uma instituição, analisamos a característica dos jogadores e do time. Vemos o que está bem em algumas posições e também o que precisamos acrescentar. Estamos trabalhando para trazer jogadores que o time necessita, até para ampliar a competição interna. Os jogadores precisam trabalhar duramente para ganhar seu lugar no time”, resume.

Medina, que já vive o dia a dia no CT Parque Gigante, terá o primeiro contato com os jogadores na próxima terça-feira, quando terminam as férias e começa a pré-temporada. E já estará na beirada do campo, orientando o time, na estreia do Inter na temporada, contra o Juventude, na primeira rodada do Campeonato Gaúcho, dia 22 de janeiro. Até lá, tentará enquadrar o time colorado ao seu estilo de futebol, que prega imposição física, intensidade e ofensividade. “Gostamos de um time protagonista, mas que não se descuide da parte defensiva”, resume.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895