Meu forte é sair (da área) e ficar com a bola, mas vou me adaptar, afirma Abel Hernández

Meu forte é sair (da área) e ficar com a bola, mas vou me adaptar, afirma Abel Hernández

Jogador concedeu entrevista no Uruguai e falou sobre o acerto com o Inter para "substituir" Paolo Guerrero

Correio do Povo

Abel Hernández afirma está bem fisicamente, mas que precisa trabalhar com os novos companheiros para ganhar entrosamento e ritmo de jogo

publicidade

O atacante Abel Hernández chega a Porto Alegre nesta sexta-feira para realizar exames médicos e assinar contrato com o Inter por 10 meses. A informação foi revelada em entrevista à rádio Sport 890, do Uruguai, momentos antes de iniciar o deslocamento para Porto Alegre. O jogador de 30 anos revelou estar muito feliz por acertar com um clube da importância do Colorado e falou sobre a conversa com Eduardo Coudet na semana passada que foi decisiva para o acerto.

“Ele me disse que mais ou menos terei que tentar fazer a função de Paolo. Com um ponta que prepara as jogadas para o outro (atacante) que atua no meio dos zagueiros. Obviamente, meu forte é sair um pouco mais (da área). E ficar um pouco mais com a bola, mas vou me adaptar ao que pede o Chacho”, revelou Abel.

Questionado sobre ser o substituto de Paolo Guerrero no Inter, o atacante fez elogios ao peruano e prometeu empenho para suprir as necessidades de Coudet e da equipe. “É muito alta essa vara para mim (chegar para ocupar a vaga de Guerrero). Hoje, para mim, Paolo é o melhor nove do futebol sul-americano. A vara vai ser muito alta para superá-lo, mas, estou capacitado”, declarou.

Segundo o próprio jogador, ele tinha propostas do futebol turco e de Portugal, mas optou por aceitar o “chamado” de Chacho, ficar perto da família, em um clube grande e com “tradição” no continente, onde irá disputar pela primeira vez a Libertadores da América. Hernández vinha treinando no Uruguai e acredita que precisará de pouco tempo para começar a jogar pelo Inter.

“Estou em plena atividade e acredito que em uma semana estarei pronto. O que me falta é poder treinar com a equipe. Estou há dois meses treinando com um profissional com quase nove sessões por semana. Fisicamente, me sinto bem. Futebolisticamente, preciso treinar com uma equipe”, revelou. “Era meu objetivo jogar em um futebol muito competitivo, como é o Brasileiro e em uma equipe tão grande como o Inter, será um desafio enorme” concluiu.

Abel chega a Porto Alegre na tarde desta sexta-feira e o anúncio deve ocorrer até o final do dia.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895