Odair celebra chance dada a jovens contra o Ceará: “Estamos fazendo tudo com planejamento"
capa

Odair celebra chance dada a jovens contra o Ceará: “Estamos fazendo tudo com planejamento"

Zagueiro Bruno Fuchs, de 20 anos, fez sua estreia no profissional, e banco de reservas esteve cheio de atletas vindos da base

Por
Correio do Povo

Zagueiro deixou o jogo mais cedo após sentir câimbras

publicidade

Grupo. Essa palavra é talvez uma das mais valorizadas pelo técnico Odair Hellmann em seu trabalho de quase cem jogos à frente do Inter. Neste sábado, após a vitória contra o Ceará pelo Brasileirão, não foi diferente. O comandante colorado exaltou a equipe e valorizou os jovens atletas que atuaram nas categorias de base do clube, como Bruno Fuchs, que fez sua estreia no profisional, e Sarrafiore, autor do gol da vitória. “Não fazemos as coisas com pressa, não tomamos decisões precipitadas, o que acaba fazendo com que se percam muitos talentos, porque a pressa é uma decisão. Estamos fazendo tudo com planejamento, calma, e as coisas têm dado certo”, celebrou.

Além destes jogadores, que iniciaram a partida como titulares, atletas vindas da base colorada ocuparam quase todos os lugares no banco: Pedro Lucas, que entrou no decorrer do confronto, Erik, José Gabriel, José Aldo, Lucas Ramos e Jhonny compuseram o elenco. “Quando o clube entra num ciclo positivo, virtuoso, de boa estrutura dentro e fora do campo, certamente vão aparecer mais meninos porque a base do Inter sempre foi forte. Quando a equipe profissional está bem estruturada, surge a oportunidade de colocar mais meninos e eles entrarem e estarem preparados e prontos”, defendeu.

O zagueiro Bruno Fuchs, de 20 anos, fez seu primeiro jogo na equipe principal. Ele deixou o gramado mais cedo após sentir câimbras e foi bastante elogiado pelo treinador. “É muito técnico, tem  visão de passe de construção de saída, uma característica difícil de encontrar. Poucos têm essa percepção que ele tem tanto pelo chão como uma bola mais longa”, explicou. Neste ano, o jovem foi convocado para trabalhar na preparação da Seleção Brasileira para a Copa América, mas teve de atuar no Torneio de Toulon, no qual o País foi campeão.

Ainda há, contudo aspectos a melhorar, como a questão física. “Quando veio para o profissional trabalhamos muito isso, porque não se consegue jogar em alto nível se todas as valências não estiverem em alto nível. Ele evolui e por isso recebeu oportunidade”, completou.

Autor do gol, o meia argentino Sarrafiore, teve nesta noite, na visão de Odair, uma grande oportunidade, apesar de ter atuado mais centralizado. “Fez uma posição um pouco diferente, o que para ele até dificulta, mas fez bem. Essa é uma função que produz uma intensidade muito grande, e ele cumpriu”, disse, explicando que se trata de um atleta versátil, capaz de atuar em diferentes esquemas no meio campo.

“Treinamos esse posicionamento na intertemporada. Também tenho usado mais aberto, mais adiante, fazendo a mesma movimentação que o Nico e o D’Ale fazem. É mais um jogador que está produzindo bem e está totalmente inserido no nosso contexto. Fica a disposição para a próxima partida”, disse, garantindo que só define o time para o confronto confronto contra o Nacional pela rodada de volta das oitavas de final da Libertadores após analisar as condições de todos do elenco, na segunda-feira.