Para Abel, derrota no Gauchão de 2006 impulsionou o Inter a ser campeão mundial
capa

Para Abel, derrota no Gauchão de 2006 impulsionou o Inter a ser campeão mundial

Treinador exaltou as lideranças de Fernando Carvalho e Fernandão durante o título diante do Barcelona

Por
Correio do Povo

Abelão relembrou título de 2006 contra o Barcelona


publicidade

Em tempos em que a saudade do futebol bate no coração de cada apreciador do esporte, a Rádio Guaíba, neste sábado, contemplou os colorados com a transmissão do jogo épico entre Inter e Barcelona, partida que terminou com o título mundial do clube gaúcho. Um dos personagens daquela época foi o técnico Abel Braga, que concedeu entrevista coletiva e relembrou alguns detalhes que anteceram a decisão. Para ele, a derrota para o Grêmio, na final do Gauchão de 2006, impulsionou o time a vencer a Libertadores e a conquistar o torneio em Tóquio. 

Abel recordou inclusive que temia ser demitido logo depois da conquista gremista no Estadual. O treinador comentou que o insucesso não mudou o planejamento e isso foi de muita importância para o título que viria em dezembro. "Não tem como. Parece que a coisa volta, um sentimento de satisfação, de dever cumprido", descreveu Abel. 

Ao citar as lideranças do Inter daquela época, o técnico cita os "Fernandos". Carvalho, como presidente, e o centroavante camisa nove. "O Carvalho me disse: 'vou te dar a chance de ser campeão da Libertadores'", recordou. 

Dias antes da decisão em Yokohama, Abel revelou que o Inter fez um treinamento muito ruim. "O Alex ficou em dúvida quanto a um posicionamento. Era uma função muito importante, que ele sempre cumpriu muito bem. Os jogadores se anteciparam ao que eu ia dizer sobre o treino e foram até o meu quarto. Eles sugeriram que marcássemos pressão. Eu respondi: 'Vocês enlouqueceram de vez'. Então eu falei que se fizessem do jeito que eu falava, nós venceríamos", afirmou Abel, usando termos da famosa preleção antes de encarar o Barcelona.