Paulo Paixão comenta retorno ao Inter: “Maior desafio da minha carreira”

Paulo Paixão comenta retorno ao Inter: “Maior desafio da minha carreira”

Novo coordenador da preparação física ressaltou a importância do Colorado voltar a ganhar títulos

Correio do Povo

Multicampeão no Beira-Rio voltou ao Colorado

publicidade

Multicampeão no estádio Beira-Rio e presente nos títulos da Libertadores e do Mundial em 2006, Paulo Paixão está de volta ao Inter depois de oito anos – sua última passagem foi na comissão técnica de Dunga, em 2013. Segundo o agora coordenador da preparação física colorada, ele está diante do "maior desafio da carreira" e quer ajudar a equipe do novo treinador Diego Aguirre a voltar a conquistar títulos de expressão.

“Volto ao clube que me projetou para o mundo, é um clube que hoje é o maior desafio da minha vida, da minha carreira. O grande objetivo é fazer com que esse clube junto dos jogadores, do treinador, com a torcida, retomar o caminho dos títulos”, afirmou para os canais oficiais do clube. “Nunca será sozinho, mas eu penso sempre em ganhar. Com apoio e comprometimento de todos, e eu cobro comprometimento. A grandeza do Inter é infinita e quem está aqui, tem que entender isso”, acrescentou.

Paixão foi contratado para auxiliar o preparador físico Fernando Pigñatares, fiel escudeiro de Aguirre e que também retornou ao Beira-Rio, e também ser um “campeão” dentro do vestiário colorado. “Para um profissional que está sempre conquistando objetivos, o próximo é sempre o mais importante. Para voltar a ganhar, há um preço. E eu estou disposto a pagar esse preço. E exijo de cada um que quer chegar, que pague o preço também”, reiterou.

Na estreia de Aguirre e da nova comissão técnica, o Colorado enfrenta a Chapecoense, às 19h, na Arena Condá, e quer retomar o caminho das vitórias no Brasileirão. “Temos pouco tempo, mas o importante, agora, é tentar uma grande vitória para dar tranquilidade ao Diego para que ele vá pondo suas ideias passo-a-passo”, salientou Paixão.

Veja Também

 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895