Pottker marca dois e Inter vence o Fluminense no Beira-Rio
capa

Pottker marca dois e Inter vence o Fluminense no Beira-Rio

Colorado encerrou a série de quatro jogos sem vitórias

Por
Correio do Povo

Pottker marcou dois gols para o Inter

publicidade

O Inter venceu o Fluminense, por 2 a 1, neste domingo, no estádio Beira-Rio, e encerrou o jejum vitórias no Brasileirão. Após muitas vaias antes e no início do jogo, Pottker marcou os dois gols colorados e decretou o fim da série de quatro partidas sem vitória sob o comando de Zé Ricardo. O time chegou a ser salvo por Lomba em, no mínimo, duas oportunidades, mas reagiu e chegou a 14ª vitória no Brasileirão. No segundo tempo, o alvirrubro passou a adotar uma postura defensiva, voltou a ser pressionado e acabou levando gol de Wellington Nem. 

Com o resultado, o Colorado chegou aos 49 pontos, ultrapassou o Corinthians e terminou a rodada na sétima colocação, já que o Athletico-PR venceu o São Paulo, no Morumbi. Já o Tricolor carioca ficou com 34 pontos, mas fora da zona de rebaixamento.

O Inter volta aos gramados no dia 17 de novembro, contra o Corinthians, no Itaquerão. Já o clube carioca recebe o Atlético-MG, no sábado, às 19h, no Maracanã.

Pottker marca dois, após pressão do Fluminense

Antes do apito inicial, a torcida do Inter vaiou muito alguns jogadores e o técnico Zé Ricardo. Quando os jogadores estavam preparados para iniciar a partida, D’Alessandro foi até próximo a arquibancada e pediu palmas para os colorados. Com a bola rolando, silêncio total nas organizadas, como protesto. Mesmo com o ambiente ruim, o alvirrubro tentou iniciar pressionando, mas deixou espaços para contra-ataques e o Fluminense aproveitou.

Aos seis e aos 11 minutos, Lomba salvou o Inter com dois chutes em jogadas criadas nas costas de Heitor. Em ambos os lances, o goleiro espalmou pela linha de fundo. Seis minutos depois, Allan arriscou da intermediária, fraco para fácil defesa do goleiro do Inter.

Depois de 35 minutos, com apenas uma finalização fraca na meta do Fluminense, Pottker abriu o placar. Guerrero chutou, Muriel espalmou e Pottker, em alta velocidade, invadiu a pequena área e chutou para o fundo das redes. Quatro minutos depois, o jogador que recebeu mais vaias antes e durante a primeira parte da etapa inicial, ampliou.

Após escanteio, a bola desviou na defesa do Tricolor carioca, bateu no quadril de Cuesta, a bola quicou, subiu e terminou com a finalização Pottker para o fundo das redes. Apesar de o auxiliar correr em direção ao meio de campo, Rodolpho Toski Marques marcou impedimento. Minutos depois, foi até a cabine, observou o lance e confirmou o gol.

Inter recua, sofre gols e a pressão volta as arquibancadas

Com a vantagem no placar, o Inter voltou para a segunda etapa com uma postura mais defensiva. Com isso, o Fluminense aproveitou para ocupar o campo do Colorado. Após terminar o primeiro tempo com 79% de posse de bola, segundo os números do Footstats, o Colorado sofreu com a pressão inicial dos visitantes, que chegaram aos 15 minutos com 60% da posse. Porém, sem criar chances claras.

Aos 24, após Pottker receber cartão amarelo, Zé Ricardo retirou o atacante e colocou Nico López. Três minutos depois, Cuesta perdeu a bola no meio de campo, Wellington Nem avançou em alta velocidade, driblou duas vezes Rodrigo Moledo e chutou sem chances para Marcelo Lomba.

Com o gol, a intranquilidade voltou as arquibancadas do Inter. Aos 34, quando Zé Ricardo retirou D’Alessandro e colocou Guilherme Parede, as vaias voltaram. Segundo informações do repórter Cristiano Silva, da Rádio Guaíba, o meia deixou o gramado mancando.

Aos 41min, Edenilson recebeu passe dentro da área do Fluminense e chutou. Muriel saltou e fez importante defesa. Seis minutos depois, Parede foi à linha de fundo e cruzou para Nico López, que não conseguiu chegar a tempo na frente de Muriel. No final, Sobis entrou na vaga de Guerrero. Os cariocas seguiram tentando o empate, mas não conseguiram e perderam a primeira partida para os gaúchos no Brasileirão.

Brasileirão 2019 - 32ª Rodada

Inter (2)
Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenilson, D'Alessandro (Guilherme Parede), Willian Pottker e Patrick (Nico López); Paolo Guerrero.
Técnico: Zé Ricardo.

Fluminense (1)
Muriel; Gilberto, Nino, Digão e Caio Henrique; Allan, Yuri (Lucão), Daniel e Nenê (Wellington Nem); Marcos Paulo e Yony González.
Técnico: Marcão.

Gols: Pottker (35min/1ºT & 39min/1ºT) & Wellington Nem (29min/2ºT)
Cartões amarelos: Guerrero, Heitor e Pottker (I) & Yuri e Gilberto (F)
Cartões vermelhos: -

Pagantes: 11.180
Menores: 839
Não pagantes: 1.232
Total Público: 13.251
Renda: R$ 258.485,00

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (PR).
Auxiliares: Bruno Boschilia e Ivan Bihn (PR).
Árbitro do VAR: Paulo Roberto Alves Júnior (PR).
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).