Roberto prega Inter focado e agressivo contra o Santos
capa

Roberto prega Inter focado e agressivo contra o Santos

Após treino fechado sob o comando de Ricardo Colbachini, os jogadores recepcionaram no gramado do estádio um grupo de crianças

Por
Correio do Povo

Colbachini teve dois treinos para montar o Inter que enfrenta o vice-líder Santos, em casa

publicidade

O Inter encerrou a preparação para enfrentar o Santos com um trabalho com portões fechados no gramado principal do Beira-Rio sob o comando do técnico interino Ricardo Colbachini. A escalação é um mistério, já que o profissional teve apenas duas atividades para escalar a equipe e ambos sem a presença da imprensa para ter mais privacidade. Elas só será conhecida uma hora antes dos dois times entrarem no campo.

Independente dos nomes, o zagueiro Roberto prega um Inter focado e agressivo, mesmo com toda a instabilidade que o time apresenta desde a derrota para o Athletico-PR. Colocado para falar com a imprensa em coletiva na véspera da partida, o jovem defensor deve atuar ao lado de Cuesta.

“É o primeiro momento do ano que é um pouco mais complicado, mas temos que focar em fazer um bom jogo e buscar a recuperação”, afirmou o zagueiro. “O Santos vem de uma sequência boa, nos últimos três jogos, mas vamos entrar bem agressivos e fortes, como sempre atuamos no Beira-Rio, para buscar a vitória”, declarou.

Sem atuar entre os profissionais há três meses, devido a uma lesão e por ser opção do ex-técnico Odair Hellmann, Roberto teve pouco tempo para acertar o entrosamento com Victor Cuesta, mas crê que não terá dificuldade, pois ele e o argentino tem conversado bastante desde quinta-feira para acertar os detalhes. Situação parecida com que enfrenta o técnico interino.

“O Colbachini teve pouco tempo para trabalhar, então, é muito mais na conversa. Não tem como fazer muita coisa diferente. Sobre a torcida, sempre que entramos em campo, eles nos apoiam. A cobrança depois, é normal, mas, quando estamos dentro de campo, nos ajudam”, ressaltou.


Jogadores do Inter entregaram presentes para os visitantes no dia das crianças - Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Colbachini não poderá contar com: Bruno Fuchs e Paolo Guerrero, servindo as seleções Olímpica e do Peru, Rodrigo Moledo, Rodrigo Dourado, William Pottker e Rafael Sobis que estão em recuperação de problemas físicos. No final do treino, no dia das crianças, várias delas, ligadas a Associação Grupo Esportivo Lions, de Viamão, entraram no gramado para conhecer os seus ídolos e receber carinho e presentes. Moradoras do bairro São Tomé, elas fizeram um tour pelo complexo Beira-Rio, foram ao Museu do Clube, conheceram os vestiários e terminaram a visita no gramado recebidas pelos jogadores.

Após 14 rodadas, o Inter é o sexto colocado com 38 pontos e precisa voltar a vencer após perder para o Flamengo e CSA e empatar com o Palmeiras e Cruzeiro. A equipe paulista é a vice-líder com 47 pontos. O jogo está marcado para as 16h, no estádio Beira-Rio.