Rodrigo Dourado passa por readaptação, e volta é "uma questão de tempo"

Rodrigo Dourado passa por readaptação, e volta é "uma questão de tempo"

Diretor Rodrigo Caetano relatou que o jogador não tem mais dor e participa normalmente dos treinamentos

Correio do Povo

Rodrigo Dourado passa por readaptação, e volta é "uma questão de tempo"

publicidade

Sem poder contar com Paolo Guerrero para o restante da temporada, o Inter ainda tem outros jogadores que estão no departamento médico por conta de lesões musculares. No entanto, o retorno mais aguardado é o do volante Rodrigo Dourado, que já deixou o setor há algum tempo, mas ainda não foi relacionado para uma partida neste segundo semestre. O diretor executivo Rodrigo Caetano falou sobre a situação do atleta neste sábado e disse que a volta do atleta é uma "questão de tempo". 

"Ele é uma outra situação. O tempo de inatividade dele foi muito longo, portanto, a recuperação clínica e técnica irá ocorrer nos treinamentos. É preciso uma readaptação, justamente por este período que ele ficou inativo. Agora, ele não acusa nada de dor, então é uma questão dos dias passarem, uma questão de tempo. A partir do momento em que os treinos mostrarem a progressão dele, quando ele estiver próximo daquilo que foi o Dourado, aí ele será relacionado", afirmou Caetano em entrevista à Rádio Guaíba neste sábado. 

Negociações por Edenilson 

Caetano negou que o Inter tenha recebido alguma proposta por Edenilson. "Temos contato direto com os agentes do atleta e para nós não chegou nada. Nós já manifestamos o nosso desejo e dissemos que ele faz parte dos nossos planos. Além disso, temos um contrato que foi renovado no ano passado, então o Inter está seguro. Não pretendemos nos desfazer de qualquer atleta, apenas se acontecer uma decisão vinda de cima", explicou. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895