Sem alterar rotina, ordem no Inter é manter o foco no próximo jogo e se desligar da concorrência

Sem alterar rotina, ordem no Inter é manter o foco no próximo jogo e se desligar da concorrência

Próximo desafio do Colorado será o Fortaleza, em jogo marcado para o próximo domingo

Fabrício Falkowski

Próximo desafio do Colorado será o Fortaleza, em jogo marcado para o próximo domingo

publicidade

Cinco vitórias consecutivas e o encurtamento da vantagem para o líder do Campeonato Brasileiro insuflaram a torcida colorada de otimismo. Porém, se depender dos dirigentes colorados, esse sentimento ficará bem longe do vestiário do CT Parque Gigante. A ordem é manter a concentração e seguir trabalhando com foco sempre no jogo seguinte, que no caso é contra o Fortaleza, domingo, no Beira-Rio, sem olhar para os concorrentes pelas primeiras posições.

“Estamos trabalhando bastante. Logo depois da vitória sobre o Goiás, ainda no domingo, já tínhamos o material completo sobre o Fortaleza. Ninguém tem dúvida de que é um jogo importante. Todo mundo aqui sabe disso. Mas a boa sequência de vitórias não mudará nada no nosso dia a dia”, afirmou o vice-presidente de futebol, João Patrício Herrmann, ao CP nessa quarta-feira.

Veja Também

De acordo com ele, os jogadores, a comissão técnica e os próprios dirigentes têm consciência de que o clube ainda está longe de uma conquista. E que não há motivos para euforia ou otimismo exagerado. A ideia é seguir a rotina, sem qualquer alteração, até o final do Campeonato Brasileiro, no final de fevereiro. Restam nove jogos para o Inter.

“No futebol, as coisas acontecem muito rapidamente. Quando você ganha um jogo, é o melhor. Se perde, não presta. Não é assim que a gente encara o futebol. O nosso ambiente está bom e com confiança de que podemos melhorar, mas seguimos com os pés no chão. Estamos distantes de alguma coisa maior. Temos que caminhar muito ainda”, segue o dirigente, que evita até mesmo citar a possibilidade de título brasileiro. Ontem, os jogadores treinaram fisicamente no CT Parque Gigante. Já que a semana é cheia e sem jogos, eles passaram por um circuito com exercícios de força, velocidade e resistência, seguido de um treino de posse de bola em campo reduzido.

Retornos 

Além de Moledo, o Inter não conta com Thiago Galhardo, que teve confirmada uma lesão muscular na panturrilha que deve afastá-lo por pelo menos três partidas. Abel Braga deve confirmar Yuri Alberto no comando do ataque. Edenilson, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo no domingo passado, volta ao meio-campo. “A gente vem de uma sequência muito boa, ganhando jogos. São vitórias importantes, claro, mas temos que manter os pés no chão e focar no jogo contra o Fortaleza. Depois, a gente pensa no próximo”, destaca o meia Praxedes.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895