Situação constrangedora, diz Medeiros sobre demissão de Barcellos no Inter

Situação constrangedora, diz Medeiros sobre demissão de Barcellos no Inter

Presidente colorado afirmou que foi pego de surpresa com existência de candidatos da oposição em sua gestão

Correio do Povo

Presidente Marcelo Medeiros concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira

publicidade

O presidente do Inter Marcelo Medeiros falou em situação “constrangedora” ao explicar a demissão do vice de futebol, Alessandro Barcellos, no final da tarde desta sexta-feira. Em entrevista coletiva, o mandatário colorado anunciou o desligamento do dirigente, por estar em um movimento de oposição para as eleições presidenciais do clube, ainda em 2020.

Na avaliação de Medeiros, a existência de polos políticos opostos no ambiente de futebol é normal, mas se declarou “surpreso” com a existência de potenciais candidatos de oposição dentro da gestão do futebol. “Não tinha ideia, fui surpreendido”, resumiu.

De acordo com ele, Barcellos colocou o cargo à disposição e, diante disso, teve a sua saída confirmada. No dia anterior, um documento com outros nomes da atual gestão sinalizava que iria disputar as próximas eleições do clube, marcadas para 2020. “A presidência não pode ser a última a saber”, lamentou.

Medeiros garante Coudet

O presidente Marcelo Medeiros também assegurou a permanência de Eduardo Coudet como treinador, mesmo após nova derrota em clássico Gre-Nal, a quarta do argentino em cinco jogos. Medeiros "garantiu" a manutenção do técnico. "Não é uma convicção do Medeiros, nem do departamento de futebol. É do clube", reforçou ele.

Caetano ganha força

De acordo com Medeiros, o clube vai buscar a “blindagem” imediata do departamento de futebol, e que o departamento de futebol sofrerá mudanças. Com a demissão de Barcellos, Rodrigo Caetano acumula a função, e será o braço direito do futebol.

Em meio à situação vivida pelo departamento de futebol, o Inter tem duelo importante pelo Campeonato Brasileiro neste sábado. O colorado enfrenta o São Paulo, no Beira-Rio, às 19h, em jogo válido pela 12ª rodada da competição. O Inter é vice-líder, com 20 pontos.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895