"Volante artilheiro", Lindoso comemora gols marcados pelo Inter
capa

"Volante artilheiro", Lindoso comemora gols marcados pelo Inter

Além de garantir a vitória contra a Chapecoense, atleta marcou outras duas vezes no Brasileirão, se igualando ao atacante Paolo Guerrero na competição

Por
Correio do Povo

Rodrigo Lindoso marcou três vezes neste Brasileirão

publicidade

O volante Rodrigo Lindoso foi decisivo para o Inter no fim de semana. No domingo, marcou o gol da vitória sobre a Chapecoense, por 1 a 0, e ajudou a aliviar a pressão vivida sobre o elenco após a perda do título da Copa do Brasil, na quarta-feira passada, sobre o Athletico-PR.

Na entrevista coletiva nesta segunda-feira, comentou o momento "artilheiro" vivido por ele. Explicou que mudou de função ao longo da carreira, na qual começou como meia, mas sempre gostou de "pisar na área", obedecendo as funções táticas de Odair Hellmann. "Fico feliz individualmente, mas independente de que faça o gol, a vitória é coletiva. O importante é sempre a vitória", frisou.

Na fala, o volante exaltou a importância da retomada com vitória após a perda do título, mas declarou que o aconteceu diante dos paranaenses já foi superado. "Era um jogo difícil, sabíamos da qualidade da Chapecoense. Mas é uma semana importante, precisamos mudar a chave. Não adianta ficar lamentando muito. No futebol não temos tempo para isso. Já passou", garantiu.

O jogo contra a Chapecoense seguiu repercutindo no quesito arbitragem. O Inter teve dois gols anulados pelo VAR antes de Rodrigo Lindoso marcar aquele que de fato foi validado. O atleta disse que a ferramenta é justa, mas que momentos interpretativos geram discussões. "A maioria achou que não teve falta no segundo gol [anulado, no qual Edenílson teria empurrado o defensor da Chapecoense]. Mas precisa ser justo, e mais rápido", comentou.

Lindoso minimizou uma possível revanche no reencontro contra o Flamengo, algoz do Colorado nas quartas de final da Libertadores. Ainda assim, reafirmou a necessidade de uma vitória para seguir na briga na parte de cima da tabela, e exaltou as qualidades do adversário. "O jogo passa pela estratégia que o nosso treinador vai montar. Cabe a nós executar dentro de campo. A partir de amanhã vamos ver as nossas estratégias, analisando os outros jogos contra eles, nossos erros e nossos acertos", ponderou.

O Inter enfrenta o Flamengo na quarta-feira, às 21h30min, no Maracanã, em jogo válido pela 21ª rodada do Brasileirão.