Juventude perde para Fortaleza e embola briga com Grêmio contra o rebaixamento
patrocinado por

Juventude perde para Fortaleza e embola briga com Grêmio contra o rebaixamento

Três pontos garantiram equipe do Nordeste pela primeira vez na Libertadores

AE

Juventude amargou gol no fim, que fez a festa do Fortaleza

publicidade

O atacante argentino Depietri foi o herói improvável do Fortaleza e algoz do Juventude na noite desta sexta-feira na Arena Castelão. Foi dele, aos 36 minutos do segundo tempo, o gol que deu a vitória ao time cearense por 1 a 0 e colocou o Fortaleza pela primeira vez na sua história na Copa Libertadores da América. O resultado voltou a deixar a equipe da Serra muito ameaçada pelo rebaixamento, embolando a briga com Grêmio e Bahia no Z4.

Veja Também

Com o resultado, o Fortaleza fica em quinto lugar com 55 pontos. O Juventude se complica. Com 43 pontos, na 15ª posição, está apenas três pontos distante do Bahia, primeiro clube na zona da degola e a quatro do Tricolor Gaúcho.

O Fortaleza partiu para cima do Juventude e antes do primeiro minuto o árbitro Bruno Arleu de Araújo consultou o VAR para verificar um possível pênalti para o time cearense em toque de mão após cabeçada de Yago Pikachu. Ele assinalou falta para o Juventude de David em cima de Vitor Mendes.

Mais intenso, o Fortaleza seguiu pressionando e chegando ao ataque com velocidade. Aos 13 minutos, David lançou Robson, que desperdiçou na cara de Douglas. Apesar do domínio e da maior posse de bola, o Fortaleza chegou pouco de forma objetiva ao gol do Juventude na primeira etapa. O Verdão da Serra se limitou a apenas se defender na primeira etapa.

Se não atacou no começo, no segundo tempo foi o Juventude quem criou a primeira chance de gol. Aos oito minutos, após cruzamento de Guilherme Castilho, Sorriso escorou e Jadson quase fez de fora da área.

Após este lance, o Fortaleza voltou a comandar as ações e Douglas apareceu para salvar o Juventude duas vezes. Aos 13, defendeu conclusão de Robson após cruzamento de Yago Pikachu. Na sequência foi a vez do goleiro afastar chute de Osvaldo.

Aos 19, foi a vez de Marcelo Boeck trabalhar. Após cruzamento pela direita, Sorriso cabeceou no chão e o goleiro fez excelente defesa. Após esta chance, o time gaúcho ditou o ritmo do jogo e teve a chance de abrir o placar aos 33, quando Chico cruzou e Vitor Mendes cabeceou na trave. Quando o Juventude era melhor, o Fortaleza marcou. Aos 36 minutos, após Douglas cobrar mal o tiro de meta, Depietri aproveitou e tocou na saída do goleiro para definir o placar.

Depois disso, foi só festa nas arquibancadas do Castelão com mais de 45 mil torcedores. Ao apito final, foram mais de 15 minutos de comemoração da torcida e com a participação dos jogadores. Os dois times voltam a jogar na segunda-feira, pela penúltima rodada do Brasileirão. O Fortaleza encara o Cuiabá na Arena Pantanal, às 20h. O Juventude, às 19h, visita o São Paulo no Morumbi.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895