Juventude perde para o São Luiz e segue sem vencer no Gauchão
patrocinado por

Juventude perde para o São Luiz e segue sem vencer no Gauchão

Com Alfredo Jaconi em reformas, Verdão da Serra jogou em Flores da Cunha e foi superado por 2 a 1 com direito a golaço do meio de campo

Alfredo Possas

Ju perdeu a segunda seguida no Gauchão

publicidade

Terceiro representante gaúcho na Série A do Brasileirão, o Juventude continua decepcionando neste começo de Gauchão. Jogando na noite desta quinta-feira no estádio Homero Soldatelli, em Flores da Cunha — porque o gramado do Alfredo Jaconi está sendo reformado — o alviverde de Caxias foi surpreendido pelo São Luiz de Ijuí e perdeu por 2 a 1. Com isso, continua sem nenhum ponto e divide com o São José a penúltima colocação — o time alviverde está à frente no número de gols marcados: 3 a 2, porque o saldo total é igual: 2 negativos.

Derrotados na primeira rodada, os dois times entraram em campo buscando reabilitação. O Juventude foi derrotado pelo Inter por 1 a 0, no Beira-Rio, na segunda-feira, e o São Luiz estreou com derrota por 3 a 0 para o Ypiranga, em Frederico Westphalen, sábado, na abertura do Gauchão 2021.

Apesar de não jogar no seu estádio, o Juventude como anfitrião começou a partida pressionando o adversário. Criou, mas não conseguiu abrir o escore. Aos 26 minutos, após uma pressão do adversário, o atacante Gustavo Xuxa recebeu uma sobra de bola na cabeça do grande círculo, no seu campo de defesa, e vendo o goleiro Marcelo Carné adiantado deu um chutão e acertou a meta do Juventude para abrir o escore para o São Luiz em Flores da Cunha.

Com a desvantagem no placar o Juventude passsou a pressionar ainda mais em busca do gol de empate. Mas foi novamente o time visitante que marcou. Aos 45 minutos o lateral-direito Mizael lançou da linha lateral do gramado, pouco adiante da linha divisória e achou o centroavante Hugo Almeida na área. Ele de primeira deixou o meia Ariel livrar-se dos zagueiros adversários e desviar de Marcelo Carné e ampliar: 2 a 0.

Na fase final a pressão do Juventude foi total, mas com muita ansiedade e errando muito na armação de jogadas. Ainda assim conseguiu descontar nos acréscimos, aos 49 minutos, com o volante Guilherme Castilho aproveitando uma sobra de bola na defesa adversária. O São Luiz, por sua vez, limitou-se no segundo tempo a apenas a se defender e administrar a confortável vantagem para conseguir a primeira vitória na competição e somar os três primeiros pontos.

Na próxima rodada o Juventude visitará o Novo Hamburgo, na segunda-feira, em confronto marcado para as 22h. O São Luiz, por sua vez, terá pela frente o Internacional, no Beira-Rio, também na segunda-feira, mas às 20h.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895