Namorada de Centurión, ex-São Paulo, morre após sofrer acidente de carro
capa

Namorada de Centurión, ex-São Paulo, morre após sofrer acidente de carro

Melody Pasini, de 25 anos, sofreu um mal súbito em Banfield, região metropolitana de Buenos Aires

Por
AE

Namorada do jogador tinha 25 anos

publicidade

O atacante argentino Ricardo Centurión, ex-São Paulo, está de luto. Sua namorada, Melody Pasini, de 25 anos, morreu neste domingo após sofrer um acidente de carro. Segundo a imprensa local, ela tinha acabado de deixar a casa do jogador em Buenos Aires e dirigia sozinha em direção à residência de seus pais em Banfield, na grande Buenos Aires.

Segundo a polícia, o acidente aconteceu no início da manhã deste domingo, na rua Pergamino, na cidade de Lanús. Melody perdeu o controle da direção e bateu em outro veículo que estava estacionado no local. As autoridades informaram que a jovem foi encontrada sem vida e que sofreu uma parada cardíaca antes do acidente, o que teria sido a causa da morte.

"Era uma pessoa com antecedentes cardíacos. No primeiro exame, os peritos entenderam que ela sofreu um problema cardíaco, que provoca o choque. O impacto foi menor sobre o carro, os airbags funcionaram. O trauma não condiz com a morte. O promotor está investigando que há seis anos ela teria sofrido um problema cardíaco", afirmou o secretário de segurança de Lanús, Diego Kravetz, em entrevista ao veículo argentino América 24.

Melody teria um histórico de problemas no coração e já teria passado por duas cirurgias cardíacas. Ela estava envolvida com Centurión há alguns anos e acompanhava de perto a carreira do jogador pelos clubes que ele defendeu, incluindo o São Paulo, que mandou forças ao atacante argentino.

"Toda nossa força a Ricardo Centurión. Que toda a família e amigos sejam abraçados nesse momento difícil", escreveu o São Paulo em suas redes sociais. O Vélez Sarsfield, atual clube de Centurión, e o Racing, time para o qual Melody torcia e que revelou o atacante, também manifestaram suas condolências.